conecte-se conosco


Esportes

Campeonato Brasileiro de 2018: as principais informações da Chapecoense

Avatar

Publicado

Desde que chegou à elite do futebol brasileiro em 2014, a Chapecoense vem ascendendo e teve em 2017, sua melhor campanha, quando ficou na oitava colocação. Assim, conquistou vaga para a segunda fase da Libertadores deste ano, mas foi eliminada antes de chegar à fase de grupos.

Leia também: Botafogo, Cruzeiro, Grêmio… Os campeões estaduais de 2018 pelo Brasil


Escudo da Associação Chapecoense de Futebol
Reprodução
Escudo da Associação Chapecoense de Futebol

Em 2018, a Chapecoense se viu vice-campeã do Campeonato Catarinense, mas tenta esquecer o resultado do estadual e quebrar sua marca no Brasileirão. Para a nova temporada, o time de Santa Catarina conta com algumas chegadas como a do ex-Flamengo Márcio Araújo, do ex-Atlético-GO Bruno Pacheco e do jovem Guilherme, que teve destaque no ano passado com a camisa do Botafogo.

Informações do clube

Nome oficial :
Associação Chapecoense de Futebol

Fundação :
10 de maio de 1973

Cidade :
Chapecó (SC)

Mascote :
Índio Condá

Estádio (público) :
Arena Condá (20.089 pessoas)

Presidente :
Plínio David de Nês Filho

Uniforme 1 :
Camisa, shorts e meiões verdes

Veja Também  Coluna – Estrelas em ação no Mundial de Clubes de Vôlei

Uniforme 2 :
Camisa, shorts e meiões brancos

Twitter :
https://twitter.com/ChapecoenseReal

Instagram :
https://www.instagram.com/chapecoensereal

Facebook :  
https://www.facebook.com/AChapeF/

Elenco


Time da Chapecoense na final do Catarinense 2018
Chapecoense/ Sirli Freitas
Time da Chapecoense na final do Catarinense 2018

Time base :
Jandrei, Rafael Thyere, Eduardo, Bruno Pacheco, Douglas; Luiz Antônio, Canteros, Amaral; Guilherme Augusto, Márcio Araújo e Wellington Paulista

Goleiros :
Jandrei, Elias, Tiepo, Ivan, Igor Campos

Defensores :
Nery Barreto, Neto, Douglas, Fabricio Bruno, Luiz Otávio, Thyere, Hiago, V. Freitas, Apodi, Bruno, Bruno Pacheco, Eduardo

Meio-campistas :
Luiz Antônio, Canteros, Moisés Ribeiro, Márcio Araújo, Khevin, Amaral, Elicarlos, Junior Santos, Nenén, Alan, Nadson, Kendy

Atacantes :
Wellington Paulista, Arthur Caike, Osman Jr, Bruno, Vinicius, Guilherme, Perotti

Técnico :
Gilson Kleina

Capitão :
Wellington Paulista

Os que chegaram:
Márcio Araújo (M-Flamengo), Guilherme (A-Botafogo), Rafael Thyere (Z-Grêmio), Bruno Pacheco (LE-Atlético-GO), Eduardo (LD-Bahia), Ivan (G-Joinville), Vinícius (A-Adanaspor-TUR), Vinícius Freitas (LE-AEK Atenas-GRE), Nery Bareiro (Z-Guaraní-PAR), Junior Santos (A-Suwon Bluewings-CDS)

Os que saíram:
João Pedro (LD-Bahia), Luiz Antônio (M), Reinaldo (LE-São Paulo), Dodô (M-Botafogo-SP), Túlio de Melo (A-Avispa Fukuoka-JAP), Diego Renan (LE-Figueirense), Moisés Gaúcho (M-Londrina), Artur Moraes (G-Aves-POR), Seijas (M-Internacional), Zeballos (LD-Defensor Sporting-URU), Douglas Grolli (Z-Bahia), Lucas Marques (M-Vitória)

Veja Também  Vasco ultrapassa o Internacional no ranking de sócios-torcedores

Leia também: Campeonato Brasileiro de 2018: as principais informações do Flamengo

Para ficar de olho:
Guilherme

O mais novo reforço da Chapecoense para a temporada de 2018 chegou em janeiro depois de uma negociação com o Grêmio. O jovem de 22 anos de idade ganhou destaque ao fazer uma boa campanha no Campeonato Brasileiro de 2017 como empréstimo ao Botafogo e marcou sete gols em 62 partidas com a camisa do Alvinegro carioca.

Histórico

Participações em pontos corridos (2003-2018):
 5ª participação

Melhor colocação: 
8º lugar (2017)

Colocação em 2017: 
8º lugar

Campanha no Estadual 2018:
Vice-campeão

Como você acha que a Chapecoense vai se sair no Campeonato Brasileiro de 2018? Deixe sua mensagem no campo de comentários abaixo.

Comentários Facebook

Esportes

Coluna – Estrelas em ação no Mundial de Clubes de Vôlei

Avatar

Publicado

source

Ting Zhu, da China. Thaisa, Gabi e Natália, do Brasil. Paola Egonu, da Itália. Tijana Boskovic, da Sérvia. Poderia ser a Liga das Nações, a Copa do Mundo ou mesmo uma edição dos Jogos Olímpicos. Mas este é o Mundial de Clubes, que acontece entre 3 e 8 de dezembro em Shaoxing (China). Contando com oito times, a competição feminina ganhou em importância e qualidade, e promete ser uma das mais acirradas dos últimos anos. Isso porque a edição de 2019 terá a participação de dois times da China, dois da Turquia, dois da Itália e dois do Brasil. Ou seja, as quatro principais ligas do mundo estarão representadas com equipes recheadas de estrelas.

Os representantes brasileiros são os mesmos do ano passado: Dentil/Praia Clube e Itambé/Minas Tênis Clube. Se no ano passado o Minas conseguiu chegar ao vice-campeonato mundial (a cereja do bolo de uma temporada quase perfeita), na edição 2019 do Mundial o time tem poucas chances de repetir o feito. Isso por causa da qualidade dos adversários e da perda de peças importantes. Natália e Gabi, as ponteiras da seleção brasileira que formavam a espinha dorsal do time campeão da última temporada junto com a levantadora Macris, agora jogam nos times turcos. Natália no Eczacibasi e Gabizinha no Vakifbank.

Quem pode ajudar o Minas na difícil tarefa nesse Mundial é a central Thaisa. Reforço da equipe para a temporada, a bicampeã olímpica tem apresentado um voleibol de alto nível neste início de Superliga. A jogadora mostrou estar totalmente recuperada da lesão de joelho que a tirou das quadras em 2017. Thaisa tem experiência em mundiais. Já foi campeã com o Osasco e com o Eczacibasi. Essa bagagem vitoriosa será fundamental para ajudar a equipe mineira a ir longe em Shaoxing.

Veja Também  Coluna – Dinheiro não traz felicidade

Já o Mundial masculino será realizado mais uma vez na cidade de Betim (Minas Gerais), também entre 3 e 8 de dezembro. O local é a casa do Sada/Cruzeiro, tricampeão do Mundial de Clubes. O último título foi comemorado em 2016 diante da torcida. O Mundial masculino também traz ao Brasil astros que formam a elite do vôlei. Se pegarmos como exemplo o Lube Civitanova, o time italiano conta com titulares da seleção brasileira e das equipes nacionais da Itália e do Irã, entre outros figurões. Pelo Zenit Kazan, da Rússia, estarão em quadra Earvin Ngapeth, principal nome do voleibol francês, o búlgaro Sokolov e o russo Mikhaylov, campeão olímpico em 2012. O Al Rayyan Sports, do Catar, completa o quarteto participante do Mundial.

Dessa vez o Sada/Cruzeiro está no posto de azarão. O clube já não conta com o timaço que tinha nos últimos anos. Ainda assim o experiente treinador Marcelo Mendez tem à disposição um elenco com nomes fortes, como o levantador Cachopa, da seleção brasileira, o central Isac e o oposto Evandro, campeão olímpico na Rio 2016. Porém, o título mundial deve ficar entre Civitanova e Kazan. E o favoritismo é do time italiano comandado pelo levantador brasileiro Bruninho.

Edição: Fábio Lisboa
Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Havaiana Carissa Moore é campeã mundial de surfe

Avatar

Publicado

source

A havaiana Carissa Moore conquistou na última segunda (2) o título feminino do Circuito Mundial de Surfe. Este é o quarto título de Moore, que já havia vencido em 2011, 2013 e 2015.

Carissa garantiu a conquista mesmo não vencendo o Lululemon Maui Pro, a última etapa da competição promovida pela Liga Mundial de Surfe (WSL, sigla em inglês). Ela parou na semifinal, enquanto a sua principal adversária na corrida pelo título mundial, a norte-americana Caroline Marks, parou nas quartas de final. A combinação destes resutados lhe garantiu o título.

MAUI, UNITED STATES - DECEMBER 2: Three-time WSL Champion Carissa Moore of Hawaii wins her Fourth World Title at the 2019 Lululemon Maui Pro at Honolua Bay on December 2, 2019 in Maui, United States. (Photo by Cait Miers/WSL via Getty Images)

Carissa Moore parou nas semifinais da etapa do Havaí – Cait Miers

Vitória no Havaí

O título do Lululemon Maui Pro, realizado no Havaí, ficou com a australiana Stephanie Gilmore, que na decisão derrotou sua compatriota Tyler Wright por 14,16 a 9,67.

MAUI, UNITED STATES - DECEMBER 2: Stephanie Gilmore of Australia wins the 2019 Lululemon Maui Pro after winning the final at Honolua Bay on December 2, 2019 in Maui, United States. (Photo by Cait Miers/WSL via Getty Images)

Stephanie Gilmore comemora vitória no Lululemon Maui Pro – Cait Miers

A última etapa da disputa masculina do Circuito Mundial de Surfe, o Billabong Pipe Masters (Havaí), terá início no próximo domingo (8).

Veja Também  Fluminense enfrenta Fortaleza em meio à protesto de jogadores

Saiba mais

Edição: Fábio Lisboa
Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana