conecte-se conosco

Mato Grosso

Caravana movimenta comércio e aquece economia em Cáceres

Avatar

Publicado

A chegada da Caravana da Transformação em Cáceres está ajudando a movimentar a economia do município. Sediada na Cidade Universitária da Unemat, próximo ao antigo aeroporto, desde o dia 25 de fevereiro, segmentos econômicos superam as expectativas e se preparam para mais dias de bons resultados. 

O presidente da Associação de Hotéis e Pousadas de Cáceres, Tarcísio Paulino, revela que a rede está lotada. São 23 hotéis e pousadas associadas. Os hotéis abrigam eventos de negócios, e as pousadas o turismo de pesca.

 “Na verdade nós da rede hoteleira sofremos muito nessa época, hoje graças a Deus o Estado trouxe essa Caravana, lógico, com cunho social, mas nós do comércio também ficamos felizes, não só como cidadão, mas como comerciante. Estamos trabalhando hoje, em média, acima de 60% de taxa de ocupação, conforme os associados. Para um município que está passando por dificuldades financeiras, para nós, isso não seria a redenção, mas ajuda muito”, destacou Tarcísio.

Cáceres depende de eventos. Então, a Caravana vem não só fomentar a economia local, mas principalmente cuidar do social. “O governo, agente público, está fazendo a parte dele, trazendo cliente para nós, para que a gente possa não só divulgar a cidade, mas dar um atendimento a comunidade. Estamos muito felizes com essa ação do governo”, frisou  o empresário que atua há 15 anos no ramo de hotéis.

Pela vocação da cidade, o trabalho desenvolvido consiste no turismo de negócio e de pesca, que já está consolidado. Tarcísio defende que, se todas as entidades fizessem como o governo do Estado e trouxesse para Cáceres pelo menos uma vez por ano um evento desse porte, não só fomentaria o comércio, como  apresentaria a cidade para o grande público.

“A Caravana movimenta a cidade, hotéis, bares, restaurantes, barracas, artesanato. As pessoas vêm para a Caravana e compram uma lembrancinha e acabam aquecendo a economia do município”, afirma o prefeito de Cáceres, Francis Maris, ao revelar que a cidade está na posição 65 segundo o Ministério de Turismo, como cidade indutora do turismo.

Por outro lado, a Caravana, segundo o prefeito, vem ao encontro da necessidade da população. “Nós sabemos que a fila de operação de cataratas, pterígio e outras doenças congêneres da visão, é muito grande. Nós acreditamos que vamos zerar essa demanda ou diminuí-la ao ponto de administrá-la sem as pessoas ficarem esperando”, disse.

Pequenos comerciantes 

Além dos hotéis, outros setores como restaurantes e os vendedores ambulantes estão faturando nesses dias de Caravana. “Superou as expectativas de um mês de trabalho. Tirei um mês de trabalho em cinco dias de Caravana”, disse o vigilante Josafá Barbosa, que atua como ambulante nas horas vagas.

O estoque de refrigerantes foi pensado com base no que comercializa em um mês. Já repôs uma vez e está de olho para não ficar zerado novamente. “Hoje tenho que comprar mais. Está sendo ótimo de vendas”, afirmou.

O negócio é feito em família há cerca de um ano, com a esposa de Josafá e o  filho do casal no comando diário. O ponto é no centro da cidade de Cáceres, mas desde a chegada da Caravana estão alocados próximos ao espaço do evento. O filho, no entanto, continua no centro onde tem clientes fidelizados. Vendem salgados, sucos, refrigerantes.

Emprego temporário

A Caravana da Transformação também gera oportunidades de emprego. Para os 13 dias da programação em Cáceres foram contratadas 9 pessoas para a área da limpeza, dois carregadores, três eletricistas e dois vigilantes.

Viviane Vanique Campos Freitas, 27 anos, é uma delas. Contadora recém-formada, ela está desempregada e em casa faz artesanato para ajudar no orçamento. Quando soube da oportunidade de uma renda extra na Caravana, não perdeu tempo.

“Está difícil arrumar um emprego na minha área, estava parada em casa. É uma boa oportunidade para nós. O que receberei desses dias (de 24 de março a 08 de março) será um complemento para ajudar no material escolar das crianças, pagar umas contas e ajudar em casa”, destacou.

Sem medo do serviço pesado, ela diz que “entre a equipe não tem essa não. Não fica para mais tarde, vão e fazem. Uma ajuda a outra”, e com isso, tomam conta da limpeza. Apenas um homem está escalado para a tarefa. “O evento vem e traz várias oportunidades, não só pra gente, mas para os ambulantes que ficam vendendo, então traz muita oportunidade, não só na saúde que é o principal, mas no geral, tem pessoas que vão dormir, tem que comer. É um benefício muito bom”, relatou Viviane.

ZPE

O prefeito Francis Maris reconhece que o governo do Estado está fazendo muito pela a região Oeste. Entre os projetos destacou a Zona de Processamento de Exportação, que vai gerar transformação para a região e o Estado. Considerando que muitas indústrias que hoje não tem condições de competitividade na exportação de seus produtos, a ZPE dará essa oportunidade, gerando divisas e fomentando a economia.

“Com certeza a ZPE vai trazer desenvolvimento em Cáceres, gerando grande número de empregos. Acreditamos também que virão muitas pessoas para cá trabalhar na ZPE. Então esse é um dos grandes projetos do governo que esperamos concluir e entregar para a população o mais breve possível”, frisou Francis Maris, ao citar ainda, a escola técnica estadual que está sendo construída e que formará mão de obra para o trabalho na ZPE.

Comentários Facebook

Mato Grosso

Domingo (24): Mato Grosso registra 1.464 casos e 40 óbitos por Covid-19

Avatar

Publicado


.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (24.05), 1.464 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 40 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. As últimas três mortes envolveram dois residentes de Cuiabá e um de Cotriguaçu.

Os casos confirmados estão em Cuiabá (489), Várzea Grande (124), Rondonópolis (112), Primavera do Leste (71), Tangará da Serra (66), Barra do Garças (65), Lucas do Rio Verde (46), Sorriso (37), Confresa (35), Sinop (34), Rosário Oeste (34), Jaciara (25), Peixoto de Azevedo (21), Cáceres (19), Nova Mutum (18), Pontes e Lacerda (17), Alta Floresta (16), Querência (15),  Mirassol D’Oeste (10), Tapurah (9), Chapada dos Guimarães (9), Campo Verde (9), Vila Rica (7), Jangada (7), Campo Novo do Parecis (7), Aripuanã (7), Alto Araguaia (7), São Pedro da Cipa (6), São José dos Quatro Marcos (6), Sapezal (5), Pontal do Araguaia (5), Nova Ubiratã (5), Juína (5), Ribeirão Cascalheira (4), Matupá (4), Guarantã do Norte (4), Curvelândia (4), Acorizal (4), Rio Branco (3), Poconé (3), Nova Lacerda (3), Nossa Senhora do Livramento (3), Ipiranga do Norte (3), Conquista  D’Oeste (3), Água Boa (3), Vila Bela da Santíssima Trindade (2), Vale de São Domingos (2), Santo Antônio de Leverger (2), Rondolândia (2), Poxoréo (2), Pedra Preta (2), Juscimeira (2), Jauru (2), Dom Aquino (2), Cotriguaçu (2), Colíder (2), Canarana (2), Bom Jesus do Araguaia (2), União do Sul (1), Terra Nova do Norte (1), São José do Xingu (1), São José do Povo (1), São Felix do Araguaia (1), Santa Rita do Trivelato (1), Porto Alegre do Norte (1), Ponte Branca (1), Novo Mundo (1), Nova Xavantina (1), Nova Olímpia (1), Nova Monte Verde (1), Nobres (1), Marcelândia (1), Luciara (1), Lambari D’Oeste (1), Juara (1), Campos de Júlio (1), Alto Paraguai (1), Alto Garças (1), Alto Boa Vista (1), e residentes de outros Estados (28).

Nas últimas 24 horas, surgiram 101 novas confirmações em Acorizal (1), Alta Floresta (3), Barra do Garças (3), Campo Verde (1), Chapada dos Guimarães (2), Cuiabá (64), Primavera do Leste (8), Rondonópolis (5), Rosário Oeste (1), Sorriso (3), Tangará da Serra (6) e Várzea Grande (4).

Dos 1.464 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 844 estão em isolamento domiciliar e 460 estão recuperados. Há ainda 120 pacientes hospitalizados, sendo 58 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 62 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 265 leitos de UTI e 874 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado. 

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50,3% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,7% masculino; além disso, 427 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 5.068 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 195 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Até o último sábado (23), o Governo Federal confirmou 347.398 casos da Covid-19 no Brasil e 22.013 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, divulgado pelo Ministério da Saúde, o país contabilizava 21.048 mortes e 330.890 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. Até o fechamento deste material, não foram atualizados os números deste domingo (24).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

SES é notificada sobre três novas mortes por Covid-19 em MT

Avatar

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) recebeu na manhã deste domingo (24.05), a notificação de três novas mortes por Covid-19 em Mato Grosso. No total, já são 40 óbitos no Estado. Duas mortes foram notificadas pelo município de Cuiabá, que já registra 425 casos confirmados de coronavírus; o terceiro óbito envolve um residente de Cotriguaçu, que estava internado em Várzea Grande.

De acordo com os Boletins da SES, as outras mortes causadas em decorrência da Covid-19 em Mato Grosso envolveram residentes dos municípios de Lucas do Rio Verde, Cáceres, Aripuanã, Rondonópolis, Cuiabá, Barra do Garças, Mirassol D’ Oeste, Sinop, Rio de Janeiro, Nova Mutum, Várzea Grande, Vale de São Domingos, Querência, Ponte Branca, Chapada dos Guimarães, Andradina (SP), Alto Boa Vista, São Pedro da Cipa, Juína e Curvelândia.

As informações oficiais sobre os óbitos constarão no Boletim Informativo deste domingo (24), divulgado a partir das 17h.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana