conecte-se conosco


Policial

Ação conjunta apreende menores envolvidos em homicídio em Água Boa

Publicado

Policial

Assessoria | PJC-MT

Sete pessoas, entre elas seis menores, foram detidas por envolvimento no homicídio de um menor de 14 anos, na cidade de Água Boa (730 km a Leste), ocorrido no começo da tarde desta terça-feira (27). A prisão e apreensão dos adolescentes foram realizadas pela Polícia Militar, a Polícia Judiciária Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). O trabalho integrado resultou também na apreensão do revólver usado no crime.

A vítima, Ezequiel Ferreira Barbosa, 14 anos, foi atingida por um disparo de arma de fogo, e encontrada sem vida, em frente à Escola Municipal Guarujá, no bairro Cristalino. 

O suspeito, Henrique Gleison Alves da Cunha, 18, foi autuado em flagrante por participação no homicídio. O menor, autor do disparo, J.V.A.P., 16, responderá ato infracional análogo a homicídio e porte ilegal de arma de fogo.

Outros dois, T.A.B.S., 17, L.M.J., 15, e as adolescentes I.M.P.C., 15, G.G.A., 13, e N.G.A., 15, responderão ato infracional análogo por participação no homicídio.

As diligências iniciaram logo após a Polícia Militar ser acionada para atender a ocorrência. O trabalho apurou que o responsável pelo tiro seria o menor J.V.A.P., na companhia de T.A.B.S., ambos foragidos do local do crime.

O adolescente L.M.J. foi apontado por uma testemunha como envolvido na briga. Ele  foi apreendido no local e conduzido à Delegacia de Polícia para averiguações.

Uma testemunha informou aos policiais, que a namorada do autor, identificada por  I.M.P.C., 15, teria escondida a arma em sua roupa. A garota também foi conduzida à Delegacia e as armas, um revólver  uma garrucha tipo basculante, foram encontradas em um terreno baldio.

Ouvido pelo delegado de polícia, Welber Batista Franco, o autor do disparo assumiu o crime. O menor J.V.A.P. alegou ter agido motivado por ciúmes de sua namorada. A real motivação ainda será confirmada durante o inquérito policial.

Os setes suspeitos foram autuados em flagrante delito. O Conselho Tutelar de Água Boa também acompanhou os procedimentos na Delegacia.

 

Comentários Facebook

Policial

Réu pela morte da ex-convivente tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 53 anos, réu pelo feminicídio da ex-convivente, ocorrido em 2018 na cidade de Castanheira, noroeste do estado, foi preso nesta segunda-feira (18.10) pela Polícia Civil, em Nova Lacerda. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do delegado Ricardo Marques Sarto.

O réu foi preso em sua residência, localizada no centro da cidade, e estava aguardando o julgamento em prisão domiciliar.
Contudo, a decisão foi revogada e um novo mandado foi expedido pela 3a Vara Criminal da Comarca de Juína, onde tramita o processo do feminicídio. Agora, ele aguardará o júri em regime fechado.

A vítima, Rosana Borges das Neves, 31 anos, foi morta pelo réu que invadiu a residência de familiares dela, em Castanheira, e a atingiu com vários disparos de arma de fogo. Conforme o registro da ocorrência, a vítima ainda gritou por socorro e tentou fugir do autor do crime, mas foi atingida pelas costas.

Após os trâmites legais de formalização do mandado de prisão na Delegacia de Comodoro, o preso foi encaminhado à unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito de tentativa de homicídio, que age como disciplina de facção, é preso pela Polícia Civil

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil cumpriu nesta segunda-feira (18.10), em Paranatinga, um mandado de prisão preventiva contra um rapaz de 21 anos investigado por tentativa de homicídio qualificado, ocorrida na última semana, na cidade.

O suspeito foi identificado como “disciplina” de uma facção criminosa e é investigado pela prática de diversos crimes realizados em Paranatinga, como tortura, tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo.

No último dia 12 de outubro, a vítima de 22 anos estava em uma residência quando foi atingido por disparos de arma de fogo.

A equipe da Delegacia de Paranatinga realizou diligências e chegou à identificação do autor do crime. Com a documentação reunida sobre a ação criminosa, o delegado Hugo Abdon representou pelo pedido de prisão preventiva, deferido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Paranatinga.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso