conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende autores de tentativa de latrocínio contra idoso em Rondonópolis

Publicado

Policial

Assessoria|PJC-MT

Poucas horas após uma tentativa de latrocínio ocorrida no município de Rondonópolis (212 km ao Sul), a Polícia Judiciária Civil prendeu três suspeitos. O trabalho da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), com apoio da Delegacia de Guiratinga (328 km ao Sul), resultou na apreensão da arma de fogo e da motocicleta usada no crime.

 Sandro Lucio da Silva, 39, conhecido como “Jabuti”, Ronicley Govea de Matos, 40, e Higor Martins da Silva, 24, conhecido como “Lacraia”, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo de uso permitido, receptação e tentativa de latrocínio. 

O proprietário de um restaurante localizado na região central de Rondonópolis, de 65 anos, foi surpreendido no seu estabelecimento comercial pelos suspeitos armados que anunciaram o roubo. Na ocasião, o idoso reagiu ao assalto e acabou atingido por dois dos três disparos de arma de fogo efetuados pelos criminosos, que fugiram em seguida. Com ferimentos na região da perna e peito, o dono do restaurante foi socorrido com vida.

Imediatamente após a tentativa de roubo seguido de morte, os policiais civis iniciaram diligências para prender os autores. Com base nas imagens captadas pelas câmeras de segurança, foi possível identificar a movimentação dos indivíduos bem como identifica-los.

Diante dos indícios, os investigadores conseguiram localizar primeiramente Sandro, no bairro Jardim Brasília, em poder do revolver calibre 38. Já o segundo envolvido, Higor, foi detido no bairro Mathias Neves com porções análogas a cloridrato de cocaína. Na sequencia foi realizada a prisão de Ronicley, apontado pelos comparsas.

Conduzidos à Derf os suspeitos foram interrogados e confessaram o crime. Eles revelaram o “modus operandi” praticados e foram autuados em flagrante delito, sendo posteriormente colocados à disposição da Justiça.

 

Comentários Facebook

Policial

Réu pela morte da ex-convivente tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 53 anos, réu pelo feminicídio da ex-convivente, ocorrido em 2018 na cidade de Castanheira, noroeste do estado, foi preso nesta segunda-feira (18.10) pela Polícia Civil, em Nova Lacerda. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do delegado Ricardo Marques Sarto.

O réu foi preso em sua residência, localizada no centro da cidade, e estava aguardando o julgamento em prisão domiciliar.
Contudo, a decisão foi revogada e um novo mandado foi expedido pela 3a Vara Criminal da Comarca de Juína, onde tramita o processo do feminicídio. Agora, ele aguardará o júri em regime fechado.

A vítima, Rosana Borges das Neves, 31 anos, foi morta pelo réu que invadiu a residência de familiares dela, em Castanheira, e a atingiu com vários disparos de arma de fogo. Conforme o registro da ocorrência, a vítima ainda gritou por socorro e tentou fugir do autor do crime, mas foi atingida pelas costas.

Após os trâmites legais de formalização do mandado de prisão na Delegacia de Comodoro, o preso foi encaminhado à unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito de tentativa de homicídio, que age como disciplina de facção, é preso pela Polícia Civil

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil cumpriu nesta segunda-feira (18.10), em Paranatinga, um mandado de prisão preventiva contra um rapaz de 21 anos investigado por tentativa de homicídio qualificado, ocorrida na última semana, na cidade.

O suspeito foi identificado como “disciplina” de uma facção criminosa e é investigado pela prática de diversos crimes realizados em Paranatinga, como tortura, tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo.

No último dia 12 de outubro, a vítima de 22 anos estava em uma residência quando foi atingido por disparos de arma de fogo.

A equipe da Delegacia de Paranatinga realizou diligências e chegou à identificação do autor do crime. Com a documentação reunida sobre a ação criminosa, o delegado Hugo Abdon representou pelo pedido de prisão preventiva, deferido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Paranatinga.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso