conecte-se conosco


Policial

Dono de salão é preso por estuprar adolescente de 15 anos em Nova Mutum

Publicado

Policial

Assessoria | PJC-MT

Um homem suspeito de estuprar uma adolescente de 15 anos, que procurava emprego via anúncio em redes sociais, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, em Nova Mutum (264 km ao Norte), na sexta-feira (16). A prisão de G.B.H.S, 46 anos, foi realizada pela Seção de Defesa da Mulher da Delegacia Regional, comandada pela delegada Alessandrah Marquez Alecrim, em cumprimento de mandado de prisão preventiva.

O caso foi denunciado pela mãe da adolescente no dia 6 de fevereiro. Conforme a delegada, o suspeito manteve contato com a garota, informando que tinha uma vaga de emprego de manicure. Ele combinou de ir buscá-la em frente a um supermercado no centro da cidade, não informando o endereço para onde iria levá-la.

Proprietário de um salão, que leva seu nome, o suspeito levou a moça para o local, que na ocasião não havia ninguém. Ele pediu para ela fazer suas unhas para avaliar o trabalho da jovem. Durante  o serviço ofereceu bebida alcoólica a adolescente, que acabou aceitando e ingerindo.

Preocupada com a demora da filha, a mãe começou a ligar para o celular dela, que apenas tocava até cair a ligação. Pouco minutos depois, outro número retornou a ligação dizendo que a garota estava bem e trabalhado, para que não se preocupasse. Tempos depois, a mãe novamente ligou para filha e desta vez um outra pessoa atendeu e disse que a garota estava muito embriagada e não poderia atender.

Imediatamente procurou a Polícia Civil.Quando estava na Delegacia fazendo o registro do boletim de ocorrência, a mãe recebeu ligação informando que a filha havia chegado em casa em um táxi. A  menina estava molhada, sem o sutiã e totalmente desorientada, então decidiu levar a garota ao hospital, onde foi informada pela enfermeira que ela estava com odor de sêmen na roupa e se queixava de dores na região genital.

A adolescente foi medicada e após quatro horas, já consciente, é que conseguiu contar que havia sido estuprada.

Exame de corpo delito confirmou que a garota havia mantido relações sexuais. Diante das provas colhidas na investigação, a Polícia Civil entrou com pedido de prisão do suspeito, pelo crime de estupro de vulnerável, pelo fato da vítima ter sido violentada em situação de vulnerabilidade, após ter ingerido bebida alcoólica, sem possibilidade de oferecer resistência.

 

 

Comentários Facebook

Policial

Réu pela morte da ex-convivente tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 53 anos, réu pelo feminicídio da ex-convivente, ocorrido em 2018 na cidade de Castanheira, noroeste do estado, foi preso nesta segunda-feira (18.10) pela Polícia Civil, em Nova Lacerda. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do delegado Ricardo Marques Sarto.

O réu foi preso em sua residência, localizada no centro da cidade, e estava aguardando o julgamento em prisão domiciliar.
Contudo, a decisão foi revogada e um novo mandado foi expedido pela 3a Vara Criminal da Comarca de Juína, onde tramita o processo do feminicídio. Agora, ele aguardará o júri em regime fechado.

A vítima, Rosana Borges das Neves, 31 anos, foi morta pelo réu que invadiu a residência de familiares dela, em Castanheira, e a atingiu com vários disparos de arma de fogo. Conforme o registro da ocorrência, a vítima ainda gritou por socorro e tentou fugir do autor do crime, mas foi atingida pelas costas.

Após os trâmites legais de formalização do mandado de prisão na Delegacia de Comodoro, o preso foi encaminhado à unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito de tentativa de homicídio, que age como disciplina de facção, é preso pela Polícia Civil

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil cumpriu nesta segunda-feira (18.10), em Paranatinga, um mandado de prisão preventiva contra um rapaz de 21 anos investigado por tentativa de homicídio qualificado, ocorrida na última semana, na cidade.

O suspeito foi identificado como “disciplina” de uma facção criminosa e é investigado pela prática de diversos crimes realizados em Paranatinga, como tortura, tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo.

No último dia 12 de outubro, a vítima de 22 anos estava em uma residência quando foi atingido por disparos de arma de fogo.

A equipe da Delegacia de Paranatinga realizou diligências e chegou à identificação do autor do crime. Com a documentação reunida sobre a ação criminosa, o delegado Hugo Abdon representou pelo pedido de prisão preventiva, deferido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Paranatinga.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso