conecte-se conosco


Destaque

Juiz decreta preventiva de 5 ocupantes de Marea e Uber desmente criminosos

Publicado

Destaque

Com informações Gazeta Digital

A versão de que Maxsuel Almeida Araújo, 28, condutor de um Fiat Marea que levava outros 4 jovens e furou uma barreira policial na rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251 – Estrada de Chapada), seria um motorista da Uber, foi desmentida pela empresa. Ao Gazeta Digital, a assessoria do aplicativo de transporte atestou que não existe cadastro do veículo e nem do motorista na plataforma digital. A suspeita é que os demais ocupantes do veículo alegaram tratar-se de uma corrida encomenda para tentar livrar a barra de Maxsuel que já tem histórico criminal.

A estratégia, no entanto, também não funcionou com a Justiça, pois os 5 homens presos em flagrante pela Polícia Militar na madrugada de domingo (3) após perseguição policial na rodovia estadual na Comunidade Rio dos Peixes continuam detidos e foram encaminhados para uma unidade prisional.

Durante audiência de custódia, o juiz Mário Roberto Kono de Oliveira homologou o flagrante e decretou a prisão preventiva de Maxsuel, Mikeias Wendel Souza Meirelles, 19, Valter Augusto de Jesus, 19, Gabriel Rocha da Mata, 20, e Gean Paulo Lima Nascimento, 20. Eles foram indiciados pela Polícia Civil pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico com agravante do uso de arma de fogo.

Na audiência, além dos presos, estavam presentes a promotora de Justiça, Elisamara Sigles Vodonós Portela e o defensor público, Zacarias Ferreira Dias. O Ministério Público Estadual (MPE) pediu a conversão do flagrante em prisão preventiva para todos os 5 presos. Já a Defensoria Pública requereu que todos fossem colocados em liberdade provisória.

Por fim, o magistrado destacou que o flagrante estava correto uma vez que foram encontradas com os presos substâncias entorpecentes de uso proibido e arma de fogo sem autorização para porte. Ele desconsiderou a tese da Defensoria e acatou o parecer do Ministério Público.

“Pela natureza do delito, em tráfico e associação para o tráfico, em razão da vultosa quantidade de substância entorpecente apreendida, em razão dos antecedentes criminais apresentados por alguns dos flagranteados, da convivência e conhecimento entre eles demonstrada, inobstante hajam depoimentos contraditórios; se faz necessário assegurar a ordem pública a aplicação da lei penal. Ante o exposto, converto a prisão em flagrante em prisão preventiva, devendo os indiciados aguardarem presos os seus julgamentos, ou pelo menos até que o juiz natural do processo, podendo analisar melhor cada caso, possa melhor decidir. Serve a presente decisão como mandado. Cumpra-se”, decidiu o juiz Mário Roberto Kono.

Ele também determinou o envio de cópia dos autos e a gravação da audiência de custódia ao MPE e à Corregedoria da Polícia Militar para verificar a versão dos presos que alegaram ter sido agredidos pelos policiais durante a abordagem.

Entenda o caso – Os 5 homens foram presos pela Polícia Militar depois que o Fiat Marea de cor prata e placa KAN – 8555 conduzido por Maxsuel furou uma barreira policial por volta das 2h40 de domingo na Comunidade Rio dos Peixes no quilômetro 22 da Estrada de Chapada e fugiu em alta velocidade. Houve perseguição e por fim o carro foi abordado.

Na fuga, foram arremessados objetos para fora do carro que depois os policiais descobriram tratar-se de um revólver calibre 32 da marca Taurus, 41 trouxinhas de maconha e 4 porções de pasta-base de cocaína de diferentes tamanhos.

Após a prisão, Maxsuel alegou ter furado a barreira por orientação de um dos ocupantes que disse para ele não parar porque estava “enrolando um baseado”. Gean, Gabriel e Mikeias assumiram a responsabilidade pelo material encontrado pelos policiais às margens da rodovia. Disseram que tinha contratado Maxuel, que seria motorista da Uber, para uma corrida até Chapada dos Guimarães e que Valter somente foi como acompanhante de Maxsuel.

 

Comentários Facebook

Destaque

Restos mortais são encontrados dentro de camionete as margens da br 174

Publicado

 

Após denúncia anônima a POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL da 4 delegacia de Pontes e Lacerda MT foram até o local,cerca de 35 km de Pontes e Lacerda MT na br 174 sentido ao Município de Conquista Do Oeste.

Dentro do veículo uma hillux ano 2008 foi encontrado restos mortais de uma pessoa que no momento no possível ser identificado,segundo informações passadas a nossa equipe possivelmente o corpo esta ali ja há 2 anos.

A Politec esteve local para a remoção dos restos mortais juntamente com o serviço funerário.

As investigações agora ficarão a cargo da Polícia Civil para descobrir oque realmente aconteceu.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Cuidadora de idosos é atacada por cães em Cuiabá

Publicado

As informações preliminares, os cães pertenciam a idosa, patroa da vítima. Na tarde de hoje, ela acabou sendo atacada pelos animais.  foi A cuidadora foi atacada por dois cães da raça Rottweiler na tarde desta segunda-feira (18) em uma residência no bairro Cidade Alta, em Cuiabá. A Polícia Militar precisou sacrificar um dos animais.

Policiais militares interviram na situação e efeturam disparos de arma de fogo, inicialmente, para o alto. Um dos animais deixou a cuidadora e saiu correndo. O outro, continuou atacando a mulher e acabou sendo sacrificado pelos policiais.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram a movimentação dos policiais no local. A vítima foi encaminhada para uma unidade de saúde.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso