conecte-se conosco


Policial

TROCA DE INFORMAÇÕES AJUDA POLICIA A PRENDER FORAGIDO DE MT NO MARANHÃO

Publicado

Policial

O criminoso mato-grossense, Geovan Firmino da Silva, 38 anos, foragido da comarca de Mirassol D’Oeste (300 km a Oeste), foi preso na tarde desta quinta-feira (11.01), na cidade de Chapadinha, interior do Estado do Maranhão. Troca de informações entre os policiais da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Civil de Mato Grosso, com a Polícia do Maranhão possibilitou a captura do foragido.

Conhecido como “Carabina”, Geovan estava com mandados de prisão preventiva e de recaptura, decretados pela Justiça de Mato Grosso. As ordens de prisão, da comarca de Mirassol D’Oeste, foram encaminhadas pelo GCCO à Polícia do Maranhão.

“Carabina” foi preso por policiais militares em conjunto com a Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Superintendência de Investigações Criminais (SEIC).

Em 15 de agosto de 2015, quando se encontrava preso pelo crime de tráfico de drogas na Cadeia Pública de Mirassol D’ Oeste (MT), Geovan Firmino da Silva fugiu durante remoção da unidade prisional. O preso aproveitou o momento que os agentes retiraram as algemas de suas pernas e empreendeu fuga. Desde então, não foi mais recapturado.

O criminoso, além de responder a processos pela comarca de Mirassol D´Oeste, pelo crime de tráfico de drogas, com pena de 5 a 15 anos de prisão, com agravantes descritas no artigo 40 da Lei 11.343/2006, também responde processo por uso de documento falso, o qual foi indiciado em inquérito policial pela Delegacia de Polícia de Cáceres. Também responde por falsificações diversas tais como de documento particular descrito no artigo 298 do Código Penal Brasileiro, bem como associação para o tráfico e ainda lavagem de dinheiro, indiciado em inquérito conduzido pela Polícia Federal de Mato Grosso. Em 2008, foi preso em flagrante no Estado de Goiás por uso de documento falso.

O preso foi recambiando nesta tarde até a sede da Superintendência de Investigações Criminais (SEIC) da Polícia Civil do Maranhão, e lá dado cumprimento aos mandados de prisão enviados pela GCCO. Em seguida, ele será transferido para o Centro de Observação Criminológica e Triagem de São Luís (MA), onde permanecerá à disposição da Justiça.

 

Comentários Facebook

Policial

Réu pela morte da ex-convivente tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 53 anos, réu pelo feminicídio da ex-convivente, ocorrido em 2018 na cidade de Castanheira, noroeste do estado, foi preso nesta segunda-feira (18.10) pela Polícia Civil, em Nova Lacerda. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do delegado Ricardo Marques Sarto.

O réu foi preso em sua residência, localizada no centro da cidade, e estava aguardando o julgamento em prisão domiciliar.
Contudo, a decisão foi revogada e um novo mandado foi expedido pela 3a Vara Criminal da Comarca de Juína, onde tramita o processo do feminicídio. Agora, ele aguardará o júri em regime fechado.

A vítima, Rosana Borges das Neves, 31 anos, foi morta pelo réu que invadiu a residência de familiares dela, em Castanheira, e a atingiu com vários disparos de arma de fogo. Conforme o registro da ocorrência, a vítima ainda gritou por socorro e tentou fugir do autor do crime, mas foi atingida pelas costas.

Após os trâmites legais de formalização do mandado de prisão na Delegacia de Comodoro, o preso foi encaminhado à unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito de tentativa de homicídio, que age como disciplina de facção, é preso pela Polícia Civil

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil cumpriu nesta segunda-feira (18.10), em Paranatinga, um mandado de prisão preventiva contra um rapaz de 21 anos investigado por tentativa de homicídio qualificado, ocorrida na última semana, na cidade.

O suspeito foi identificado como “disciplina” de uma facção criminosa e é investigado pela prática de diversos crimes realizados em Paranatinga, como tortura, tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo.

No último dia 12 de outubro, a vítima de 22 anos estava em uma residência quando foi atingido por disparos de arma de fogo.

A equipe da Delegacia de Paranatinga realizou diligências e chegou à identificação do autor do crime. Com a documentação reunida sobre a ação criminosa, o delegado Hugo Abdon representou pelo pedido de prisão preventiva, deferido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Paranatinga.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso