conecte-se conosco


Destaque

Para evitar despesas, governo de MT mantém jornada reduzida de servidores em 2018

Publicado

Destaque

O governo do estado anunciou, nessa quarta-feira (27), que manterá a redução da carga horária dos servidores do Executivo até 31 de dezembro de 2018. A medida foi estabelecida por meio de decreto em setembro de 2016, visando reduzir e controlar as despesas de custeio e de pessoal da administração pública.

Em julho deste ano o governo já havia anunciado que prorrogaria a medida até dezembro de 2017.

A medida foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (28). Segundo o governo, a redução da carga horária nos órgãos e secretarias do Poder Executivo é necessária para fins de contenção de despesas.

Para os servidores públicos estaduais que atuam em regime de 40 horas semanais, as atividades continuam com início às 13h encerramento às 19h. Para os profissionais que contam com jornada de trabalho de 30 horas, o expediente continua das 13h às 17h30. Alguns serviços essenciais de atendimento à população como saúde, educação, segurança e fiscalização serão mantidos normalmente.

Veja Também  Mato Grosso vacinará 32 mil com 1º lote; índios e profissionais de saúde são maioria

Ainda de acordo com o governo, a prorrogação acontece diante da realidade fiscal e orçamentária de Mato Grosso, que exige adequações nas contas, e da necessidade de redução de despesas de custeio da administração estadual.

Crise
Mato Grosso foi afetado pela crise econômica pela qual passa o país. Por causa disso, o governo do estado tomou medidas para cortar despesas. Entre as medidas estão o escalonamento de salários, redução do horário de trabalho dos servidores e atraso no repasse para a saúde e para o duodécimo dos poderes.

Comentários Facebook

Destaque

Bebê é encontrado em caixa de sapato ao lado de lixeira

Avatar

Publicado

Na manhã desta segunda-feira (18), um bebê foi encontrado abandonado de fralda, dentro de uma caixa de tênis, ao lado de um contêiner de lixo, no bairro de Mussurunga 1.

A menina foi resgatada por pessoas que passavam pelo local e levada para a Unidade de Pronto Atendimento de São Cristóvão.

Segundo informações dos médicos que atenderam a criança, ela tinha cerca de quatro horas de vida, quando foi encontrada. A recém-nascida passa bem.
Reprodução das redes sociais

Comentários Facebook
Veja Também  Domingo (17): Mato Grosso registra 199.006 casos e 4.793 óbitos por Covid-19
Continue lendo

Destaque

Bebâdo filho ameaça arrancar cabeça da mãe em Cuiabá

Avatar

Publicado

Um jovem de 21 anos foi preso pela Polícia Militar na noite de domingo (17) no bairro Jardim Paulicéia, em Cuiabá. Ele teria tentando matar a mãe, de 39 anos, com golpes de facão e enxada.

Na delegacia, ele seguiu com as ameaças e disse que arrancaria a cabeça da vítima com uma enxada e um facão.

Segundo boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada pelos familiares, por volta das 19h10. Eles relataram que o agressor estaria fora de controle e teria tentado matar a mãe.

Ao chegar no local, a vítima relatou aos militares que foi chamada pela nora para ir até a casa onde eles estavam. Lá, se deparou com o filho bastante alterado, aparentando estar bêbado. O suspeito a mandou ir embora de casa, mas ela se recusou.

Foi então que ele pegou um facão e disse que iria matá-la. A vítima foi golpeada com chutes e por pouco não foi atingida por golpes de facão, pois testemunhas conseguiram evitar o pior. Em seguida, o agressor pegou um pedaço de madeira e bateu na mãe, que ficou ferida no braço esquerdo.

Veja Também  Cemitérios, funerárias e crematórios querem prioridade na vacinação para trabalhadores do setor

Em rondas, os policiais encontraram o suspeito que foi encaminhado para a delegacia da mulher. Segundo informações dos militares, ele ameaçou os policiais e ainda disse que vai ‘arrancar a cabeça da mãe’.

A Polícia Civil investiga o caso.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana