conecte-se conosco


Policial

Polícias prendem suspeito de roubo de joias em Pedra Preta

Publicado

Policial

Assessoria | PJC-MT  

Uma corrente de ouro avaliada em R$ 30 mil foi recuperada pela Polícia Judiciária Civil do município de Pedra Preta (238 km ao Sul), com apoio da Polícia Militar, na tarde de quarta-feira (14.12). Na ação, um dos autores do roubo também foi preso pela equipe da Delegacia de Polícia da cidade.

O suspeito, Jhonathan Faria Rodrigues, 20, foi autuado em flagrante pelo crime de roubo.

O trabalho iniciou após um roubo a uma residência, ocorrido na noite de terça-feira (13.12). Na ocasião a vítima de 34 anos e outras pessoas da família, foi rendida e tiveram vários objetos de valores subtraídos.

Durante as diligências para apurar o crime, três suspeitos entre eles Jhonathan foram detidos e conduzidos para esclarecimento. Na delegacia, o suspeito foi reconhecido pelas vítimas como um dos envolvidos no assalto.  Ele responde por crimes roubos e tráfico de drogas.

Na residência do suspeito, no bairro Vila São Sebastião, os policiais conseguiram apreender a corrente e um pingente de ouro pesado, ambos avaliados em torno de R$ 30 mil, que havia sido roubado.

As investigações continuam para identificar e prender os outros responsáveis pelo crime.

Tentativa de Homicídio

Durante investigações de uma tentativa homicídio ocorrida no dia 5 de novembro, os policiais descobriram que a vítima do atentado, Diego Fernando Cabral,  os investigadores de Pedra Preta descobriram que a vítima tinha mandado de prisão por crime de furto praticado em Goiás. O suspeito foi localizado na Vila São Marcos e recebeu a notificação de prisão. Ele responde processo por crimes de roubo, furto e  lesão corporal.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil após ameaçar companheira em Lucas do Rio Verde

Publicado

Policiais civis de Lucas do Rio Verde prenderam em flagrante nesta quinta-feira (26.05) um homem de 45 anos por ameças contra sua companheira, que requereu medida protetiva de urgência. Após diligências, uma equipe de investigadores localizou o suspeito e o conduziu à Delegacia da Polícia Civil.

Na quarta-feira, a vítima procurou o Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e relatou as ameaças sofridas. Após o registro da ocorrência, a mulher e a filha adolescente buscaram socorro em outro lugar, com medo de retornar à residência. A vítima relatou também que no mês de abril, o suspeito tentou enforcá-la.

Depois de ser ouvida na Polícia Civil, a vítima voltou a receber ameaças e injúrias na noite de quarta-feira, quando o suspeito enviou mensagens por aúdio desferindo diversos xingamentos.

O delegado Eugênio Rudy Jr., do Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica, determinou diligências para localização do suspeito, que foi encontrado na tarde desta quinta-feira no bairro Bom Jesus e preso em flagrante.

Após a autuação na delegacia, ele foi encaminhado ao centro de detenção de Lucas do Rio Verde. O delegado Eugênio Rudy encaminhou representação à Justiça pela conversão do flagrante em prisão preventiva.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Mulher é presa em flagrante com documento falso após aplicar golpe em banco

Publicado

Uma mulher de 53 anos foi presa na manhã desta quinta-feira (26) pela Polícia Civil, em Sapezal, por aplicar um golpe em uma agência bancária utilizando documentação falsa.

A Delegacia de Sapezal foi comunicada pela Delegacia Especializada de Estelionatos de Cuiabá de que a suspeita estaria dentro de uma agência bancária tentando aplicar um golpe. Uma equipe de investigadores seguiu até o local e encontrou uma mulher com as características passadas e a abordou dentro do banco.

Ao ser questionada, mulher se identificou com um nome divergente e entregou um RG que constava sua foto. Depois que os policiais civis pediram a ela mais informações, a mulher entrou em contradição e acabou confessando que se tratava de um documento de identificação falso.

Em contato com um atendente do banco, os investigadores foram informados que a suspeita abriu uma conta usando o documento falso, fez um empréstimo no valor de R$ 40 mil reais e havia retornado ao banco para desbloquear o aplicativo e realizar outros saques.

Ela foi conduzida à Delegacia de Sapezal, onde foi autuada e presa em flagrante por uso de documento falso.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso