conecte-se conosco


Mato Grosso

Gabaritos do concurso público da PGE estão disponíveis para consulta

Avatar

Publicado

Os gabaritos preliminares das provas do concurso público da Procuradoria Geral do Estado do Mato Grosso (PGE-MT) já estão disponíveis para consulta, no site da Fundação Carlos Chagas e também no portal da Procuradoria. As avaliações objetivas foram aplicadas no domingo (11.12), e visam à formação de cadastro reserva em carreiras de nível médio (técnico) e superior (analista).

Realizada em Cuiabá, a aplicação das provas teve 14.448 inscritos, com maior concorrência para os cargos de Técnico da PGE, com 8.863 candidatos e para Analista – Direito, que somou 3.175 inscritos. Os demais cargos tiveram o seguinte número de inscritos, segundo a organização: Analista – Administrador (993), Engenheiro cartográfico e agrimensor (25), Analista de sistemas (373), Contador (521), Economista (159) e Psicólogo (339).

Com quatro horas de duração, a avaliação contou com 70 questões de Língua Portuguesa, História de Mato Grosso, Geografia de Mato Grosso, Legislação Específica e Conhecimentos Gerais. Esta será a única etapa de avaliação dos candidatos.

Para técnico, os salários iniciais ofertados são de R$ 1.876,09 para jornada de trabalho de 30 horas semanais e de R$ 2.501,39 para jornada de 40 horas. Já para analistas, a remuneração inicial é fixada em R$ 4.263,84 para 30 horas e em R$ 5.684,98 para carga horária de 40 horas por semana.

Prazo para recursos

O prazo recursal contra o gabarito e as questões da prova ficará aberto entre os dias 13 e 14 de dezembro, e o pedido deve ser feito exclusivamente pela internet, na página da FCC (www.concursosfcc.com.br).

As provas objetivas de conhecimentos gerais e de conhecimentos específicos, para todos os cargos/áreas, terão caráter classificatório e eliminatório, considerando-se habilitado o candidato que obtiver total de pontos igual ou superior a 180, conforme a fórmula disponibilizada na página 9 do edital de abertura.

O resultado preliminar está previsto para ser divulgado no dia 27 de janeiro de 2017, com divulgação do resultado final em 08 de fevereiro. A validade do certame para aproveitamento dos aprovados e convocações será de um ano a partir do resultado final, prazo que pode ser prorrogado uma vez pelo mesmo período.

Dentre as atividades da função de técnico, estão: prestar apoio técnico e administrativo pertinentes às atribuições das unidades organizacionais, redigir, digitar, executar atividades relativas às unidades de arquivo e protocolo, manutenção de dados, programação, técnicas em contabilidade, bem como prestar suporte à elaboração, programação, execução e controle do orçamento da Procuradoria Geral do Estado; auxiliar no controle das atividades de logística, patrimonial, contratual, aquisições e gestão de pessoal; operar sistemas de planejamento, gestão de pessoas, aquisições, financeiro e contábil.

Já os aprovados ao cargo de analista irão analisar, diagnosticar, avaliar e executar programas de Governo, projetos e ações; realizar estudos, emitir manifestações técnicas; fornecer subsídios, e elaborar minutas de instrumentos normativos e administrativos relacionados à área de sua formação/atuação; desenvolver estudos visando à implantação e/ou aprimoramento dos processos administrativos; realizar atividades de planejamento, supervisão, coordenação e controle dos recursos de tecnologia da informação relativos ao funcionamento da instituição.

Comentários Facebook

Mato Grosso

Casa Dom Aquino está com inscrições abertas para curso de dança africana

Avatar

Publicado

O Museu de História Natural Casa Dom Aquino abre inscrições para oficina de dança afro house e kuduro com Hermínio Nhantumbo. As atividades iniciam dia 05 de fevereiro e ocorrem todas as quartas-feiras, quintas-feiras e sábados, sempre das 17h30 às 18h30.

Aos interessados, as inscrições seguem abertas até o final do mês de janeiro e podem ser realizadas pela internet (inscrições aqui!). O valor da matricula é de R$20 e a mensalidade custa R$100.

Natural da cidade de Matola, em Moçambique, Hermínio, que também é artista plástico, faz parte da Companhia Municipal de Canto e Dança da Matola e disse que está se sentindo em casa em Cuiabá.

“Brasil e Moçambique têm uma relação histórica muito forte.  Alguns escravos que chegaram aqui saíram de lá, então temos muitas coisas semelhantes, como a língua, apesar de algumas diferenças, danças, comidas, enfim. Estou me sentindo em casa”, afirmou.

Desde 2003, Hermínio estuda dança contemporânea, danças tradicionais de Moçambique, trabalhando como coreógrafo e dançarino, promovendo também oficinas de dança no Brasil e no mundo.

Kuduro

Trata-se de um estilo musical dançante e muito agitado que surgiu em Angola. Recentemente o ritmo ganhou as pistas de dança mais alternativas do Brasil e, há pouco tempo, uma versão mais pop e aguada foi escolhida como música-tema da novela Avenida Brasil, da Rede Globo.

De acordo com Tony Amado, autoproclamado criador do Kuduro e conhecido como o “Rei do Kuduro, o gêner – que, como o nome sugere, é um neologismo para “bunda dura”– mistura elementos eletrônicos com o folclore do país africano.

A dança é agressiva e agitada como os golpes de Van Damme. Basicamente, o sujeito apoia as mãos nos quadris e abre e fecha os braços freneticamente enquanto flexiona o joelho para dentro e fora das pernas. As letras mesclam português com dialetos locais e falam do cotidiano pobre e de sexualidade. Sim, como o funk carioca.

Curiosidade! Ainda de acordo com Tony Amado, a ideia da dança surgiu depois de ver o filme O Desafio do Dragão (1989), em que Van Damme aparece num bar, embriagado, dançando com um estilo pouco habitual para aquela época.

Serviço

Casa Dom Aquino abre inscrições para curso de dança africana

Horário do curso:  quartas-feiras, quintas-feiras e sábados, sempre das 17h30 às 18h30

Local: O Museu de História Natural Casa Dom Aquino está localizado na Avenida Beira Rio, nº 2000, bairro Dom Aquino, Cuiabá (MT).

Informações: (65) 3634-4858 / 3052-8062 / [email protected]

Inscrições: https://bit.ly/2tFdgCY

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mudança para o novo padrão de placa veicular será gradativa em MT

Avatar

Publicado

A partir do dia 31 de janeiro proprietários de veículos novos, que vão realizar o primeiro emplacamento, e os que precisarem realizar a transferência do veículo para outro município ou Estado deverão fazer o emplacamento do veículo no novo padrão de Placas de Identificação Veicular (PIV), modelo Mercosul.

A obrigatoriedade está prevista na Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que também prevê a instalação da nova placa em casos de roubo, furto, dano ou extravio da placa, e nos casos em que haja necessidade da segunda placa traseira.

Dezessete Estados brasileiros, incluindo Mato Grosso, ainda não aderiram ao novo sistema. Entretanto, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) já realizou todas as alterações sistêmicas necessárias para a implantação do novo modelo de emplacamento e atualmente aguarda a gestão por parte do Denatran para que o Estado passe a aderir esse novo modelo de placa. O prazo estimado para a adesão é de 60 dias, a partir do dia 31 de janeiro. 

“O novo modelo de placa trará mais segurança para os motoristas e órgãos de trânsito, além de evitar possíveis fraudes, como a clonagem”, destacou o diretor de Veículos do Detran-MT, Augusto Cordeiro.

O valor da placa no novo modelo não deverá sofrer reajustes. Os proprietários de veículos que desejarem realizar a troca, voluntariamente, também poderão fazer, assim que Mato Grosso já tiver adotado o novo sistema. 

Placa Mercosul

O novo modelo de placa é oriundo de um acordo entre os países do Mercosul, assinado em dezembro de 2010. O novo padrão vai manter os sete caracteres da placa atual brasileira, porém com quatro letras e três números, e não mais três letras e quatro números, que poderão ser “embaralhados”, e não mais dispostos de maneira fixa em uma sequência.

O fundo também sofrerá a mudança de cor e passará a ser totalmente branco. Além disso, a bandeira do Brasil e a escrita irá substituir o município. Com isso, os veículos com a nova placa poderão circular livremente nos países que integram o Mercosul, sem autorização prévia.

A nova placa não terá mais os símbolos que permitiriam a identificação de local de registro do veículo. Também haverá mudança na cor dos caracteres para diferenciar os tipos de veículos. Os veículos de passeio com a cor preta, veículos comerciais (aluguel e aprendizagem) na cor vermelha, carros oficiais na cor azul, a verde para veículos em teste, para veículos diplomáticos dourado e cinza prata para os veículos de colecionadores.

Todas as placas deverão conter o código de barras tipo (QR Code) com informações do banco de dados do fabricante da placa e o número de série. O objetivo é controlar a produção, logística, estampagem e instalações da PIV nos respectivos veículos, além da verificação da sua autenticidade.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Destaques

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana