conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil avança nas investigações da morte de italiano em Barra do Garças

Publicado

Policial

Assessoria | PJC-MT

Duas pessoas envolvidas no assassinado de um italiano, que morava na cidade de Barra do Garças (507 km a Leste), foram presas pela Polícia Judiciária Civil, em  investigações conduzidas pela 1ª Delegacia de Polícia, apoiadas pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) e a Delegacia Regional do município.

A prisão de um homem e uma mulher foram efetuadas na sexta-feira (14.10), em cumprimento de mandados de prisão temporária. As ordens judiciais de 30 dias (podendo ser prorrogada por mais 30), decretadas pelo Poder Judiciário com aval do Ministério Público, buscam subsidiar o inquérito policial de provas,  principalmente, sem interferências prejudiciais dos custodiados no andamento dos trabalhos policiais.

 “O respaldo dado a Polícia Judiciária Civil pelo Ministério Público e Poder Judiciário tem feito a diferença na elucidação dos crimes de homicídio em Barra do Garças”, disse o delegado Adriano Marcos Alencar, que conduz as investigações junto com o delegado Renato Rezende.

O empresário italiano, Alessandro Carrega Dal Pozzo, 63 anos, foi encontrado morto no dia 5 de agosto de 2016, já em estado avançado de decomposição. Seu corpo foi localizado no bairro Jardim das Mangueiras no fundo do Vale do Amanhecer, em Barra do Garças, com suspeitas iniciais, levantadas por vizinhos, de morte natural.

Na ocasião, o local onde o corpo foi achado foi atendido pela equipe de plantão, liderada pelo delegado Wiliney Santana Borges, que foi até o bairro acompanhados de peritos criminais, e logo Polícia e Perícia constataram que se tratava de homicídio qualificado, em razão de perfurações de projéteis de arma de fogo.

Uma perícia detalhada foi realizada no local de crime, coletando provas e evidências, que posteriormente foram submetidas a perícias de confronto, as quais estão subsidiando as investigações e apontando razoáveis indícios de autoria.

“Essas providências iniciais tomadas levaram a instauração de inquérito policial para buscar esclarecer esse crime de homicídio qualificado, crime hediondo, contra estrangeiro italiano que residi algum tempo na região de Barra do Garças, tendo propriedades rurais e imóvel na Comarca”, disse o delegado Adriano Alencar.

Conforme o delegado, o Consulado Italiano fez contatos com a Polícia Civil de Barra do Garças, para solicitar providências referente o caso, tendo se disponibilizando a ajudar com força policial da Itália, caso fosse necessário. A família do italiano também contratou  advogados em Barra do Garças para acompanhar o caso e entregou à Polícia Civil documentos da vítima, que estão auxiliando os trabalhos de investigação da equipe de policiais, que conduz as diligências de apuração de autoria.

Furto de Land Rover

Três dias depois de homicídio, um veículo Land Rover, pertencente à vítima, foi furtado. O fato levou as investigações a serem desenvolvidas em conjunto com a Delegacia de Roubos e Furtos de Barra do Garças, que num esforço integrado, tiveram informações do paradeiro do veículo e das pessoas que, possivelmente, teriam negociado o carro com terceiros, a priori, sem  relação com o crime de homicídio.

“Ao serem intimados na Delegacia informaram quem foi a pessoa que teria subtraído o veículo da casa em que residia o italiano Alessandro Carrega”, explicou o delegado. “

Tais informações levantadas até o presente momento foram aptas a gerar suspeitas em dois possíveis autores. Diante das informações levadas ao Ministério Público e Poder Judiciário foram expedidos dois mandados de prisão temporária “, completou o delegado.

As investigações do homicídio do empresário italiano seguem no sentido de apreender o veículo Land Rover, ouvir testemunhas e verificar a versão apresentada pelo defesa dos suspeitos.

Os nomes dos dois presos investigados não foram revelados, diante da necessidade de buscar fundados indícios de autoria. Os delegados afirmaram que vão aguardar a conclusão dos trabalhos para apresentar o resultado a população de Barra do Garças e região, sempre com profissionalismo e respeito aos cidadãos, determinação esta do delegado regional, Adilson Gonçalves.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

PM recupera veículo e mulher confessa ter participado de roubos de carros na capital

Publicado


Policiais do Grupo de Apoio (GAP) do 24 º Batalhão prenderam uma mulher de 25 anos por roubo, extorsão mediante sequestro e porte ilegal de arma de fogo, no último sábado (18.09), em Cuiabá. A suspeita confessou que havia participado de dois roubos a veículos.  

A Polícia Militar foi informada sobre o roubo de um carro HB20 e que o veículo estaria no bairro Nico Baracat. Os policiais foram até o endereço apontado e localizaram o automóvel na Avenida C. 

A mulher que estava com o veículo relatou que estava apenas dando uma volta com carro e alegou que não sabia que o mesmo era produto de roubo. Durante a ocorrência, a mulher entrou em contradição e contou aos policiais que o carro seria de uma amiga, que morava no Jardim Universitário e que estaria indo até a casa do seu irmão na Rua 5 do referido bairro.  

Os policiais foram até o local e a mulher confessou que participou do roubo do veículo e que a arma de fogo utilizada no assalto estava dentro da sua residência. A equipe do GAP localizou o revólver calibre 22 com três munições intactas e mais duas chaves de veículos. A mulher contou que uma das chaves encontradas pela PM era de um outro carro HB20 que teriam roubado no domingo (12.09). 

A suspeita contou que eles teriam rendido a vítima e a levado a vários lugares para conseguir sacar dinheiro e fazer transferências de valores via PIX. A PM deu voz de prisão e a suspeita foi conduzida para a Central de Flagrantes. 

A ocorrência foi entregue para a Polícia Judiciária Civil.  

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Delegacia recebe doações para equipar Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Delegacia de Pontes e Lacerda recebeu da concessionária de saneamento do município a doação de móveis e equipamentos que serão empregados na instalação do espaço de acolhimento para vítimas de violência doméstica e sexual da unidade policial.

A Águas Pontes e Lacerda, empresa do grupo Iguá Saneamento, fez a entrega dos equipamentos na quinta-feira (16.09) ao delegado Marlon Conceição Luz.

Foram doados dois aparelhos de ar-condicionado, dois conjuntos de mesas e cadeiras infantis e um computador. “Em uma das reuniões feitas com a delegada Bruna Laet, ela comentou a respeito desse projeto e nossa diretoria decidiu apoiar a iniciativa, que é muito importante para o município”, ressaltou o especialista em Sustentabilidade da companhia, Homar Capistrano.

O delegado Marlon Luz destacou que a ideia é oferecer um local mais acolhedor e confortável no momento em que as vítimas procuram por atendimento policial. “A nossa preocupação é em abrandar as consequências da violência sofrida por estas mulheres. Com a chegada delas à delegacia, queremos oferecer mais conforto e o sentimento de acolhimento. Sem dúvida, estas doações fortalecem o início deste núcleo, estruturando e proporcionando à sociedade um atendimento mais humano e digno”.

A doação faz parte de uma série de iniciativas que a Águas Pontes e Lacerda tem desenvolvido com o objetivo de auxiliar a comunidade do município.

Com informações da Águas Pontes e Lacerda

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso