conecte-se conosco


Policial

Governo paga restante dos servidores da Segurança nesta sexta-feira (07.10)

Publicado

Policial

A Secretaria de Estado de Fazenda tinha anunciado o pagamento até a próxima segunda-feira (10.10)

Thiago Andrade | Gcom-MT 

O Governado do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) paga nesta sexta-feira (07.10) o salário do mês de setembro de todos os servidores da Segurança Pública do Estado que ganham mais de R$ 6 mil líquidos. Os servidores com salário abaixo de R$ 6 mil líquidos receberam no último dia 30.

Com a medida, o Governo antecipa em três dias o pagamento destes servidores, visto que a previsão inicial era de que o pagamento seria realizado na segunda-feira (10.10), conforme previsão da Constituição Estadual. Ao todo serão pagos R$ 26 milhões na economia.

O secretário de Estado de Fazenda, Seneri Paludo, comemorou o feito e destacou que o pagamento foi possível graças a economia feita com o custeio da máquina pública. “Essa antecipação é o resultado dos nossos esforços no contingenciamento das despesas de outras pastas”, disse.

Todos os servidores efetivos recebem no salário de setembro a primeira parcela de 2% de aumento referente ao Reajuste Geral Anual (RGA).

De forma excepcional, neste mês de setembro o Governo de Mato Grosso pagou os servidores em datas distintas. Dentro do mês de setembro, no último dia 30, receberam os servidores que ganham menos de R$ 6 mil líquidos, juntos eles representam 90% do total de servidores na folha de pagamento.

Nesta sexta-feira o governo quitou o salário dos servidores da segurança que ganham mais de R$ 6 mil líquidos e na próxima segunda-feira (10.10) paga o restante dos servidores que recebem acima de R$ 6 mil líquidos.

Como já vem ocorrendo, o 13º salário dos servidores efetivos que fizeram aniversário no mês de setembro será depositado no próximo até o próximo dia 15.10.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

Réu pela morte da ex-convivente tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 53 anos, réu pelo feminicídio da ex-convivente, ocorrido em 2018 na cidade de Castanheira, noroeste do estado, foi preso nesta segunda-feira (18.10) pela Polícia Civil, em Nova Lacerda. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do delegado Ricardo Marques Sarto.

O réu foi preso em sua residência, localizada no centro da cidade, e estava aguardando o julgamento em prisão domiciliar.
Contudo, a decisão foi revogada e um novo mandado foi expedido pela 3a Vara Criminal da Comarca de Juína, onde tramita o processo do feminicídio. Agora, ele aguardará o júri em regime fechado.

A vítima, Rosana Borges das Neves, 31 anos, foi morta pelo réu que invadiu a residência de familiares dela, em Castanheira, e a atingiu com vários disparos de arma de fogo. Conforme o registro da ocorrência, a vítima ainda gritou por socorro e tentou fugir do autor do crime, mas foi atingida pelas costas.

Após os trâmites legais de formalização do mandado de prisão na Delegacia de Comodoro, o preso foi encaminhado à unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito de tentativa de homicídio, que age como disciplina de facção, é preso pela Polícia Civil

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil cumpriu nesta segunda-feira (18.10), em Paranatinga, um mandado de prisão preventiva contra um rapaz de 21 anos investigado por tentativa de homicídio qualificado, ocorrida na última semana, na cidade.

O suspeito foi identificado como “disciplina” de uma facção criminosa e é investigado pela prática de diversos crimes realizados em Paranatinga, como tortura, tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo.

No último dia 12 de outubro, a vítima de 22 anos estava em uma residência quando foi atingido por disparos de arma de fogo.

A equipe da Delegacia de Paranatinga realizou diligências e chegou à identificação do autor do crime. Com a documentação reunida sobre a ação criminosa, o delegado Hugo Abdon representou pelo pedido de prisão preventiva, deferido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Paranatinga.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso