conecte-se conosco


Internacional

FBI tem autorização da Justiça para investigar assessora de Hillary

Publicado

Internacional

O FBI (a polícia federal norte-americana) obteve uma ordem judicial para examinar as mensagens de e-mail da principal assessora da candidata do Partido Democrata, Hillary Clinton, à presidência dos Estados Unidos. A investigação visa a descobrir se a assessora Huma Abedin obteve ou não informações de segurança nacional no período em que Hillary Clinton era secretária de Estado. A investigação deverá complicar a última fase da campanha de Hillary, que foi secretária de Estado no período de 2009 a 2013. As eleições estão marcadas para 8 de novembro de 2016.

A investigação ocorre no momento em que eleitores em muitos estados norte-americanos já indo indo às urnas, graças ao sistema eleitoral antecipado dos Estados Unidos. O sistema permite que os eleitores enviem o voto pelo correio ou compareçam às urnas antes da data oficial (8 de novembro), em locais previamente determinados.

Na sexta-feira (28), a 11 dias das eleições, o diretor do FBI, James Comey, mandou uma carta ao Congresso norte-americano dizendo que foram descobertos novos e-mails relacionados com a acusação de que Hillary Clinton tinha usado um servidor privado para enviar e receber informações classificadas como de uso restrito do governo. Só que a investigação sobre a candidata democrata foi encerrada em julho de 2016 sem acusação formal contra ela. Porém, o retorno do caso – agora envolvendo a assessora Huma Abedin – irritou não só a campanha de Hillary como também os integrantes do Partido Democrata.

Veja Também  Israel inicia ataques terrestres à Faixa de Gaza

O investigadores do FBI querem saber se as mensagens do computador de Huma Abedin são classificadas como de segurança nacional e se eram compartilhadas com o ex-marido da assessora Anthony Weiner, que renunciou ao mandato de deputado em junho de 2011, depois que vários episódios de sua vida privada foram divulgados pela imprensa.

Alguns senadores democratas acham que o FBI está se intrometendo na política e que não estaria agindo de forma independente, mas sim usando argumentos do adversário de Hillary, o candidato do Partido Republicano Donald Trump. Os senadores democratas se queixam de que uma acusação feita assim, sem detalhamento, deixa os eleitores do Partido Democrata inseguros sobre o que fazer. Não sabem se votam agora, mandando o voto pelo correio, se votam no dias das eleições, ou se não votam porque o voto não é obrigatório nos Estados Unidos.


Comentários Facebook

Internacional

Israel bombardeia Gaza para conter militantes palestinos

Avatar

Publicado


Israel assolou Gaza com fogo de artilharia e ataques aéreos nesta sexta-feira (13), visando túneis de militantes palestinos para tentar deter os ataques de foguete persistentes contra cidades israelenses.

Em uma ofensiva de 40 minutos antes do amanhecer, ao menos 13 palestinos foram mortos, incluindo uma mãe e seus três filhos, cujos corpos foram recuperados dos escombros de sua casa, disseram autoridades de saúde de Gaza.

A operação israelense incluiu 160 aeronaves, além de tanques e fogo de artilharia, fora da Cidade de Gaza, disse o coronel Jonathan Conricus, porta-voz dos militares de Israel.

As levas de foguetes palestinos contra o sul de Israel vieram na sequência no quinto dia dos combates mais intensos entre Israel e militantes de Gaza desde 2014.

Mais tarde, uma autoridade militar israelense disse que mais de 2 mil foguetes foram disparados de Gaza a Israel desde o início do conflito e que seu país destruiu vários quilômetros de túneis usados pelos militantes.

Pelo menos 126 pessoas foram mortas em Gaza desde segunda-feira  (10), incluindo 31 crianças e 20 mulheres, e 950 ficaram feridas, disseram autoridades médicas palestinas.

Veja Também  Corte determina julgamento de Airbus e Air France por acidente aéreo

Entre os oito mortos em Israel estão um soldado que patrulhava a fronteira de Gaza e seis civis israelenses, incluindo duas crianças, segundo autoridades israelenses.

O Egito lidera os esforços internacionais para obter um cessar-fogo e impedir que o conflito se dissemine. Fontes de segurança disseram que nenhum dos lados parece receptivo até agora, mas uma autoridade palestina disse que as negociações se intensificaram nesta sexta-feira.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, apelou por um cessar-fogo imediato.

“Os combates têm o potencial de desencadear uma crise humanitária e de segurança irrefreável e fomentar ainda mais o extremismo…”, disse o porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric.

O presidente francês, Emmanuel Macron, também pediu a volta da paz durante uma conversa telefônica com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

O Hamas, grupo islâmico que comanda Gaza, disparou os ataques de foguete na segunda-feira para retaliar choques da polícia israelense com palestinos perto da mesquita de Al-Aqsa, o terceiro local mais sagrado do islã, em Jerusalém Oriental.

Veja Também  Estado de emergência será declarado em mais três províncias japonesas

Desde então, os episódios de violência se espalharam em cidades onde judeus e a minoria árabe de Israel convivem lado a lado. Também houve confrontos entre manifestantes palestinos e forças de segurança israelenses na Cisjordânia ocupada, onde autoridades de saúde disseram que 11 palestinos foram mortos nesta sexta-feira.

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Itália revoga quarentena para viajantes de UE, Reino Unido e Israel

Avatar

Publicado


A Itália revogará as restrições de quarentena para viajantes que chegam de países europeus e da chamada zona Schengen (que inclui 26 países europeus), assim como do Reino Unido e de Israel, a partir do dia 16 de maio, informou o Ministério da Saúde do país nesta sexta-feira.

As pessoas que entram na Itália vindas desses países atualmente têm de ficar cinco dias de quarentena e passar por exame obrigatório antes da chegada e ao final do período de isolamento.

Um teste negativo para covid-19 realizado antes da viagem ainda será exigido, disse o ministério em comunicado.

A pasta acrescentou que as restrições atualmente vigentes para pessoas que viajam do Brasil estão mantidas.

Comentários Facebook
Veja Também  Estudo diz que vacina usada no Japão imuniza contra variantes
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana