conecte-se conosco


Economia

Simples Nacional ajudará o país a atingir “revolução econômica”, diz Meirelles

Avatar

Publicado

Brasil Econômico

Segundo o ministro Henrique Meirelles, Simples Nacional é capaz de favorecer novas técnicas e negócios, beneficiando a área econômica
Valter Campanato/Agência Brasil

Segundo o ministro Henrique Meirelles, Simples Nacional é capaz de favorecer novas técnicas e negócios, beneficiando a área econômica

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta quinta-feira (27) que a sanção do projeto de lei relativo ao Simples Nacional será fundamental para o crescimento do Brasil. O PL estabelece novos limites para que as empresas sejam enquadradas no programa, além de também estender o prazo para o parcelamente das dívidas tributárias. De acordo o ministro, o Simples Nacional pode levar a uma “revolução econômica”, pelo fato de favorecer novas tecnologias.

+ Décimo terceiro deve injetar R$ 197 bilhões na economia brasileira

Ainda segundo o ministro, o Simples Nacional também é capaz de favorecer novas técnicas e negócios “Em qualquer lugar do mundo, a revolução é cada vez mais tecnológica. A revolução econômica passa por aí”, disse Meirelles, durante a cerimônia de sanção do projeto pelo presidente Michel Temer.

“A geração de emprego e renda passa pelo crescimento econômico, e o crescimento econômico no Brasil de hoje passa pelo governo controlar as suas próprias despesas”, apontou, indicando sintonia entre o projeto e as medidas adotadas.

+ Demissões no País atingem maior taxa em 4 anos; veja direitos do trabalhador

“No momento em que a atividade econômica começa a dar sinais de revitalização, o primeiro indicativo é a criação de emprego na base”, acrescentou o ministro.

Meirelles também afirmou que o impacto gerado por problemas nas contas do governo na base da pirâmide da economia é mais elevado porque as grandes empresas conseguem se proteger com mais facilidade do que as pequenas. Assim, o ministro acredita que a restrição da expansão dos gastos públicos será responsável por gerar cada vez mais recursos para a sociedade. “O mais importante é o fato de que o governo está tomando as medidas necessárias para que o país volte a crescer”, disse o ministro, que descartou novamente a possibilidade do aumento de impostos no país.

+ Arrecadação de impostos tem queda e soma R$ 94 bi, pior resultado em sete anos

“Nós não gostamos de pagar impostos. No entanto, os impostos financiam a despesa pública. Quando o governo gasta mais do arrecada, temos uma situação na qual é preciso buscar mais recursos da sociedade. Isso gera duas consequências perversas. Em primeiro lugar, suga recursos da sociedade, deixando menos recursos disponíveis. Em segundo, encarece o custo do dinheiro. Portanto, neste momento, para que possamos voltar a crescer, o governo terá de controlar suas contas. É o que o presidente Temer está fazendo”, concluiu o ministro sobre a ação econômica do governo.

Comentários Facebook

Economia

GM propõe redução de salários em fábrica de São José dos Campos

Avatar

Publicado


source

Agência Brasil

placa GM arrow-options
reprodução

Montadora pretende utlizar Medida Provisória 936

Após quatro rodadas de negociações com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos (SP), a General Motors propôs, no último sábado (4), a suspensão dos contratos de trabalho com redução de salários, por meio da Medida Provisória 936, no complexo industrial da montadora na cidade.

‘Estamos apenas no início da crise nos mercados financeiros’, afirma investidor

A proposta final será submetida à votação eletrônica dos metalúrgicos, em data a ser divulgada nos próximos dias. Se aprovada, a medida irá atingir 90% dos trabalhadores do complexo industrial de São José dos Campos.

Apenas 100 ficarão na fábrica e não serão impactados pela medida; outros 42 trabalharão em regime de home office. A planta possui cerca de 3.800 funcionários.

A liberação dos trabalhadores neste momento é necessária para a prevenção ao novo coronavírus (Sars-Cov-2). Por enquanto, todos estão em férias coletivas, que terminam no dia 12.

MP 936: Saiba como ficam plano de saúde e outros benefícios

O Sindicato defendeu, na mesa, a estabilidade no emprego por um ano e licença remunerada ou  layoff  sem redução salarial. A empresa não aceitou.

“A MP 936 está muito aquém do que os trabalhadores precisam, e mais atrapalha do que ajuda. A GM não tem porque cortar salários, mas foi irredutível na mesa de negociação”, afirma o vice-presidente do sindicato, Renato Almeida.

“Como o sindicato é uma entidade que segue a democracia operária, vai submeter a proposta à decisão dos trabalhadores. Eles decidirão se aceitam ou não a proposta”, concluiu o dirigente.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

McAfee dará mais de R$ 2 mil para a melhor foto pós apocalíptica

Avatar

Publicado


source


“Aqueles capazes de deixar suas casas durante a quarentena (para comprar comida ou obter assistência médica, etc.) … Tire fotos de aspectos interessantes de suas cidades, rodovias, etc. $ 500 em criptomoeda DAI paga para melhor foto (escolhida por @theemrsmcafee semana que vem) Basta soltar fotos aqui :)”

John McAfee, que já foi eleito uma figura bastante influente do mercado de criptomoedas, está fazendo um concurso para a melhor foto original tirada no meio do  isolamento para Covid-19 e ofereceu uma recompensa de US$ 500 (cerca de R$2.675,33) que será paga usando a stablecoin baseada em Ethereum, DAI.

O “concurso” foi anunciado na sexta-feira (3) no Twitter do próprio McAfee e terá duração de uma semana. O ganhador será pago na próxima semana,  de acordo com o tuíte.

O criador do antivírus mais famoso do mundo não é um estranho em relação às controvérsias, já tendo anunciado em diversas ocasiões que a melhor criptomoeda é a dogecoin e chegou a afirmar que o Bitcoin é uma shitcoin:

Veja:  Dólar sobre pela sexta vez seguida e tem uma alta recorde

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana