conecte-se conosco


Sem categoria

Falha, vaias, "injustiça" e até Cartola: a noite que não deu certo para Bressan

Publicado

Sem categoria

 

A derrota para o Vitória deixou uma certeza: não está fácil ser o zagueiro Bressan. O inferno astral do jogador do Grêmio ganhou ares de drama com o seu protagonismo no 2 a 1 sofrido na Arena. Os pouco mais de 16 mil gremistas presentes no estádio escolheram o vilão quando Sandro Meira Ricci levantou o cartão vermelho. Além da expulsão, o defensor falhou no primeiro gol do adversário, cometeu o pênalti ? duvidoso ? na origem do segundo e deixou o campo vaiado pela torcida. Tudo isso em cinco minutos. Por outro lado, o jovem de 23 anos é abraçado pelo elenco, que retira o peso de suas costas, conforme Roger manifestou em coletiva.

LEIA MAIS
> Roger absolve Bressan e critica arbitragem
> Giuliano diz que Dagoberto simulou pênalti

Antes mesmo de começar a partida, já havia insegurança sobre a escalação da defesa. Bressan e Fred formariam a dupla que havia vazado pela última vez na Arena, na derrota para o Rosario Central, nas oitavas da Libertadores. Desde o início do Brasileirão, o Grêmio estava 100% e sem sofrer gols em casa. Mas, apesar de também não ter grande atuação, Fred foi coadjuvante perto do companheiro. 

Bressan iniciou o jogo apostando na segurança. Quando estava apertado, “quebrava” a bola para longe, conforme a gíria dos boleiros. A torcida apoiava os lances com gritos de incentivo. Até que, aos 25 do primeiro tempo, veio o cruzamento de Diego Renan da direita e Kieza subiu às costas do zagueiro para marcar o primeiro gol dos baianos. Ali, o jogo virou para o defensor.

Bressan Grêmio (Foto: Eduardo Moura/GloboEsporte.com)Bressan sai de jogo sob vaias e xingamentos (Foto: Eduardo Moura/GloboEsporte.com)

Na torcida, irritação. Em campo, o zagueiro pareceu mais nervoso. E, cinco minutos depois, Bressan fez o polêmico pênalti em cima de Dagoberto e recebeu o segundo amarelo. Era expulso com apenas meia hora de partida. Foi o momento da vaia generalizada para o defensor. Criticado nas redes sociais, chegou a liderar os Trending Topics do Twitter. Sobrou até para o Cartola FC, fantasy game do GloboEsporte.com. Escalado por quase 500 mil pessoas, ficou com 7,2 pontos negativos.

Apesar da noite em desgraça, Bressan recebeu o apoio dos companheiros após o duelo.

? Foi uma grande injustiça o que aconteceu com ele (Bressan). Não foi pênalti, ele não deveria ter sido expulso e a gente não estaria com um homem a menos. E (o Vitória) talvez não tivesse grandes chances de vencer o jogo. O Bressan é um guri muito bom. Tenho muito carinho por ele. Tem total apoio do grupo. Quando ganha, ganham todos e saímos felizes. Quando perde, perdemos todos ? discursou Edílson. 

O Grêmio goza de total confiança no Bressan. O departamento de futebol analisa o jogo hoje (quinta) pelo que passou pela arbitragem. As vaias influenciam no nervosismo do jogador, e as atitudes acabam não saindo espontaneamente nas jogadas.
Alberto Guerra, vice de futebol

O ano de Bressan, aliás, não tem sido nada fácil. O zagueiro é criticado pela torcida e imprensa por conta de seu desempenho. Esteve próximo de deixar o Grêmio, em negociação com o Coritiba, mas acabou permanecendo. As reclamações por conta de suas atuações ganham mais corpo com a derrota para o Vitória.

O técnico Roger Machado tratou logo de absolver o defensor em sua entrevista coletiva. O entendimento é que o árbitro Sandro Meira Ricci errou na marcação do pênalti em Dagoberto, o que deixaria Bressan em campo e poderia resultar na expulsão do atacante, por simulação, já que ele também havia recebido cartão amarelo minutos antes.

? O Bressan é um cara que trabalha sério, está junto com a gente, de caráter enorme. Esse momento a gente deixa até o jogador mais à vontade, mas tem total apoio nosso, é um companheiro, um amigo, vai continuar seu trabalho, sempre procurando melhorar, assim como eu e todos ? destacou Marcelo Grohe.

O Grêmio se reapresenta na tarde desta sexta-feira no CT Luiz Carvalho. Para o duelo com o Atlético-PR, em Curitiba, Roger não terá Pedro Geromel, Wallace Reis, que seguem lesionados, e Bressan para a defesa. Marcelo Oliveira é opção, com a entrada de Hermes na lateral. O jovem Rafael Thyere também pode ser utilizado.

Grêmio x Vitória, Arena, Brasileirão, Bressan (Foto: Lucas Uebel / Grêmio)Jogadores do Grêmio cercam árbitro após expulsão de Bressan (Foto: Lucas Uebel / Grêmio)

Confira as notícias do esporte gaúcho no globoesporte.com/rs

Comentários Facebook
publicidade

Sem categoria

Ladrões morrem em troca de tiros em Várzea Grande

Publicado

Tês criminosos morreram em troca de tiros com policiais da Rotam (Ronda Ostensiva Tático Móvel) na madrugada deste sábado numa agência bancária na Avenida Couto Magalhães, região central de Várzea Grande.
Segundo as informações, policiais passavam pela avenida quando avistaram os criminosos no banco Santander. Ao darem ordem de parada, os assaltantes reagiram e atiraram contra os policiais, que reagiram.

Os bandidos foram baleados e levados pela própria equipe policial ao pronto-socorro. Todavia, não resistiram e acabaram morrendo.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Sem categoria

Após roubo de veículo, bandido morre em confronto com PM

Publicado

Confronto entre assaltantes de veículos e policiais militares terminou com três bandidos presos e um morto na manhã desta sexta-feira (13). O fato aconteceu no município de Tabaporã (643 km de Cuiabá).

 

Segundo informações do registro da ocorrência, as equipes da Polícia Militar estavam em diligências para prender ladrões de um veículo Citroen Xsara Picarro, quando avistaram o carro furtado em chamas, perto de uma estrada.

Moradores de uma propriedade rural localizada nas proximidades de onde o carro foi encontrado, disseram aos militares que quatro pessoas armadas entraram na residência pedindo por água e depois voltaram para a estrada. Durante a madrugada, os policiais encontraram três dos bandidos, que foram presos em flagrante.

O último bandido foi encontrado às margens da MT-328. Ele estava armado e apontou o objeto para os militares ao receber ordem de parada. Os policiais revidaram e acertaram o criminoso.

Ele foi atingido no braço, mas o tiro transfixou e também atingiu seu peito. O criminoso foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e acabou vindo à óbito.

O roubo do veículo aconteceu no início da tarde de quinta-feira (12). A vítima relatou aos PMs que os criminosos pararam o carro e um deles desceu atirando, mas nenhum disparo atingiu o atingiu. Logo depois, os bandidos entraram em uma estrada de terra e fugiram.

O caso foi registrado será apurado pela Polícia Judiciária Civil.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso