conecte-se conosco


Sem categoria

E a Arena? Sem data de estreia, custo por jogo já é o dobro do Nilton Santos

Publicado

Sem categoria

Mosaico Arena Botafogo (Foto: Divulgação e SSPress)

E a Arena Botafogo? Ou seria: e a arena, Botafogo? A previsão interna da diretoria de reinaugurar o estádio na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro, no jogo contra o Santa Cruz dia 3 de julho, está ameaçada. A partida, válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi marcada pela CBF na última quinta-feira para Juiz de Fora (MG). O Alvinegro, porém, ainda tem esperanças de estrear sua nova casa e aguarda uma vistoria do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) nesta sexta para obter o laudo de segurança que falta. Mas a chance de mudança é remota, isto porque no Estatuto do Torcedor há um limite de 10 dias antes de cada confronto para definição do local. Consultada via assessoria de imprensa, a confederação não respondeu até a publicação desta matéria se uma mudança de palco ainda é permitida.

Se a arena realmente for vetada para 3 de julho, a próxima partida em que poderia ser usada é o clássico contra o Flamengo, três dias depois. Além da dúvida sobre a data da estreia, o torcedor também se pergunta sobre o custo-benefício do estádio. O Botafogo investiu cerca de R$ 5 milhões na reforma do Luso-Brasileiro, onde pode jogar apenas 13 vezes em 2016: 12 do Brasileirão e um da Copa do Brasil – se for passando de fase, esse número aumentaria em até mais quatro jogos. Contando só os garantidos, levando-se em conta que o local esteja liberado a partir do dia 16, o custo por duelo seria de aproximadamente R$ 385 mil. Pouco mais que o dobro da média de despesas que o Alvinegro teve durante todo ano passado no Estádio Nilton Santos: R$ 170.416,25.

O tema foi parar na reunião do Conselho Deliberativo na última terça-feira, em General Severiano. Um dos conselheiros presentes levantou a questão, e a diretoria deixou em aberta a possibilidade de seguir usando a arena em 2017, mesmo com a volta do Estádio Nilton Santos. Mas admitiu: o aspecto técnico está à frente do financeiro o atual cenário do clube. Discurso que bate com o do vice-presidente financeiro Luiz Felipe Novis, em entrevista ao GloboEsporte.com no dia 10 de junho.

– Os dois
lados pesaram, mas o lado técnico pesa muito e pode até acarretar em uma
volta à Série B. Estamos vendo isso, com o desgaste que o time está
sentindo com as viagens. Isso complica o planejamento. É claro que
vender jogos para fora gera receitas, mas também atrapalha o programa
sócio-torcedor. Isso tudo tem que ser analisado. Mas é fato que não ter
um estádio para se jogar no ano inteiro, como o Botafogo tinha até o ano
passado, é um problema sério – afirmou.

Para ajudar nas despesas, as receitas que o Botafogo poderá obter com o espaço virá de bilheteria e dos pacotes vendidos para todos os jogos do Brasileiro – até a última segunda-feira, foram comercializados 607 pacotes arquibancada, de R$ 255, e 136 sociais, de R$ 450. Mas para diminuir eventuais prejuízos, membros da diretoria cogitam alugar o espaço para clubes rivais. Porém, o presidente Carlos Eduardo Pereira avisou que não há possibilidades de negócio com o Flamengo enquanto estiver correndo o imbróglio judicial envolvendo Willian Arão.

Quando lançou o projeto no fim de abril, o Botafogo previu inaugurar a arena no dia 12 de junho, contra o Vitória. Mas as obras atrasaram por causa das chuvas que atingiram o Rio nas últimas semanas, além de outros contratempos como por exemplo um vazamento durante as escavações. Fato é que o time profissional alvinegro deve ser o último a jogar no local. O estádio vai ser estreado na próxima quarta-feira pelo time de juniores do clube, em partida contra o Grêmio pela segunda fase do Campeonato Brasileiro Sub-20. Além disso, a Portuguesa-RJ, parceira no empreendimento, tem marcada pela CBF uma partida lá no dia 3 de julho, contra o São José-RS, pela Série D nacional. Os duelos são permitidos porque são de competições diferentes e os regulamentos exigem capacidade mínima menor do que os 15 mil da Série A.

Comentários Facebook
publicidade

Sem categoria

Ladrões morrem em troca de tiros em Várzea Grande

Publicado

Tês criminosos morreram em troca de tiros com policiais da Rotam (Ronda Ostensiva Tático Móvel) na madrugada deste sábado numa agência bancária na Avenida Couto Magalhães, região central de Várzea Grande.
Segundo as informações, policiais passavam pela avenida quando avistaram os criminosos no banco Santander. Ao darem ordem de parada, os assaltantes reagiram e atiraram contra os policiais, que reagiram.

Os bandidos foram baleados e levados pela própria equipe policial ao pronto-socorro. Todavia, não resistiram e acabaram morrendo.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Sem categoria

Após roubo de veículo, bandido morre em confronto com PM

Publicado

Confronto entre assaltantes de veículos e policiais militares terminou com três bandidos presos e um morto na manhã desta sexta-feira (13). O fato aconteceu no município de Tabaporã (643 km de Cuiabá).

 

Segundo informações do registro da ocorrência, as equipes da Polícia Militar estavam em diligências para prender ladrões de um veículo Citroen Xsara Picarro, quando avistaram o carro furtado em chamas, perto de uma estrada.

Moradores de uma propriedade rural localizada nas proximidades de onde o carro foi encontrado, disseram aos militares que quatro pessoas armadas entraram na residência pedindo por água e depois voltaram para a estrada. Durante a madrugada, os policiais encontraram três dos bandidos, que foram presos em flagrante.

O último bandido foi encontrado às margens da MT-328. Ele estava armado e apontou o objeto para os militares ao receber ordem de parada. Os policiais revidaram e acertaram o criminoso.

Ele foi atingido no braço, mas o tiro transfixou e também atingiu seu peito. O criminoso foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e acabou vindo à óbito.

O roubo do veículo aconteceu no início da tarde de quinta-feira (12). A vítima relatou aos PMs que os criminosos pararam o carro e um deles desceu atirando, mas nenhum disparo atingiu o atingiu. Logo depois, os bandidos entraram em uma estrada de terra e fugiram.

O caso foi registrado será apurado pela Polícia Judiciária Civil.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso