Busca no site:

 

Operação da Polícia Civil apreende armas e mais de 300 munições em Matupá

 Oito armas de fogo, uma delas banhada a ouro, e mais de 300 munições foram apreendidas em uma operação, deflagrada na tarde de sexta-feira (11.08), pela Polícia Judiciária Civil de Matupá (695 km ao Norte). A ação realizada com apoio do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) e Delegacia Regional de Guarantã do Norte deu cumprimento a mandados de busca e apreensão e prisão preventiva contra, Marcelo Fidelis, 41, decretados com base em investigações de uma tentativa de homicídio.

As investigações iniciaram após a Polícia Militar ser acionada sobre uma tentativa de homicídio, ocorrida no garimpo de João Fidelis Neto, no dia 04 de agosto. Na ocasião, o responsável pela propriedade informou que dois seguranças, contratados pelo seu filho, Marcelo Fidelis, se desentenderam com a vítima, apontando-a como autora do furto de 07 tambores de terra que deveriam ser refinados.

Assim que foi acionada, a Polícia Civil iniciou as investigações e descobriu que Marcelo junto aos seguranças levou a vítima até as proximidades do Rio Peixoto, onde a ameaçaram e questionaram sobre os tambores. A vítima conseguiu fugir dos suspeitos, mas enquanto corria foi alvejada, e só sobreviveu aos ferimentos porque foi socorrida por terceiros. Com base nas informações levantadas, o delegado Claudemir Ribeiro de Souza representou pelo mandado de busca e apreensão na propriedade e de prisão preventiva contra Marcelo, apontado como mandante e executor do crime.

As ordens judiciais foram decretadas pela Justiça e cumpridas na tarde de sexta-feira (11). Na casa do suspeito, os policiais apreenderam 08 armas de fogo, sendo um revólver, duas pistolas, uma delas banhada a ouro, e cinco espingardas. No local, também foram apreendidas mais de 300 munições de diferentes calibres (12 munições calibre 12, 27 munições calibre 20, 104 munições calibre 22, 2 munições de revólver calibre 32, 10 munições calibre 32, 127 munições calibre 36 e 4 munições calibre 38), além de um silenciador.

O investigado foi encaminhado para a Delegacia de matupá, onde teve a ordem de prisão cumprida e foi lavrado o flagrante de posse ilegal de arma de fogos e munições.


PJC - MT
 
COMPARTILHE
 

>Comentários

( 0 ) cadastrados.
 

 


O LAPADA LAPADA não se responsabiliza pelos comentários postados.
Desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos,
preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.