Agricultor procura Polícia para confessar 2 assassinatos após ter propriedade invadida, em Guarantã do Norte

Um agricultor de 53 anos procurou a polícia para confessar que matou duas pessoas a tiros nesta quarta-feira (10/10), depois dos supostamente terem cortado a cerca de uma propriedade rural em Guarantã do Norte, (721 km de Cuiabá).

A polícia divulgou o nome de apenas um dos suspeitos. Se trata de Josselino Gonçalves, de 70 anos. De acordo com o delegado Waner dos Santos, o agricultor já estava tendo problemas com Josselino há alguns dias. Josselino cortou a cerca da propriedade do agricultor no último dia 4 de outubro. Naquela ocasião, o agricultor registrou queixa na polícia sobre a situação e afirmou que foi ameaçado por Josselino.

PUBLICIDADE 

Na quarta-feira, o agricultor andava pela propriedade para conferir o serviço de limpeza feito por um funcionário e acabou encontrando Josselino e outro homem cortando novamente a cerca do local.

“Essas pessoas já tinham problemas de entrar nas terras desse agricultor e de outras pessoas. Ele viu quando elas cortavam a cerca, pegou uma arma e atirou. De fato, a cerca está cortada”, disse o delegado ao G1.

Uma das vítimas morreu no local e a outra ainda correu pelo pasto, onde caiu e morreu. No mesmo dia o agricultor se apresentou na delegacia e entregou um revólver calibre 32 e uma espingarda calibre 36.

O delegado informou que a versão apresentada pelo agricultor será investigada em um inquérito na Polícia Civil. Ele foi ouvido e vai responder em liberdade.

Informações: folhamax

Comentários Facebook