Fernando Haddad prega união e diz que “segundo turno é oportunidade de ouro”


Candidato Fernando Haddad (PT) disputará segundo turno da eleição contra Jair Bolsonaro (PSL)
Ricardo Stuckert

Candidato Fernando Haddad (PT) disputará segundo turno da eleição contra Jair Bolsonaro (PSL)

O candidato Fernando Haddad (PT) celebrou o resultado da votação deste domingo (7) e classificou sua  ida ao segundo turno da eleição presidencial como uma “oportunidade de ouro”. Dono de mais de 30 milhões de votos (29% do total), o petista se reuniu com apoiadores em São Paulo e se disse “extremamente honrado” com o apoio recebido, pregando mensagem de união e alertando que “a democracia corre riscos no Brasil”.

“Quero dizer que me sinto também desafiado pelos resultados, que são bastante expressivos no sentido de nos fazer atentar aos riscos que a democracia corre no Brasil. É uma oportunidade inestimável que o povo nos deu e que nós precisamos com sobiredade e muito senso de responsabilidade”, pregou Fernando Haddad . “Nós queremos unir os democratas do Brasil em um projeto amplo que busque, de forma incansável, a justiça social.”

Leia também: Quem é Fernando Haddad e quais suas propostas para governar

O candidato garantiu que sua campanha colocará a “soberania nacional” e a “soberania popular” “acima de qualquer outro interesse”. “Nós queremos unir o País em torno desse conceito”, disse, acrescentando que “há muita coisa em jogo” na eleição deste ano.

“É diferente do que aconteceu de 1989 para cá. É diferente de todas as eleições que tivemos. Nós asseveramos: essa [eleição] de 2018 coloca muita coisa em risco. Eu diria que o próprio pacto da Assembleia Constituinte de 1988 está em jogo em função das ameaças que ele sofre quase que diariamente. Nós vamos para o campo democrático com uma única arma: o argumento. Vamos com a força do argumento para defender o Brasil e o seu povo. Sobretudo, o povo mais sofrido desse País”, continuou. “O segundo turno nos abre uma oportunidade de ouro: de vencer essa eleição olho no olho, no debate. Viva o Brasil, viva a democracia, viva o povo brasileiro”, finalizou  Fernando Haddad .

Leia também: João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB) disputarão o 2º turno em São Paulo

Mais informações em intantes

Comentários Facebook