Brasileiros votam no exterior e divulgam boletins de urnas nas redes sociais


Com votação encerrada em alguns países do exterior, imagens dos boletins de urna são divulgadas nas redes sociais
REPRODUÇÃO/WHATSAPP

Com votação encerrada em alguns países do exterior, imagens dos boletins de urna são divulgadas nas redes sociais

Com apenas duas horas de funcionamento das urnas no Brasil, conforme o horário de Brasília, a eleição para presidente da República para os brasileiros que estão vivendo no exterior já havia acabado em 18 países às 10h deste domingo (7), de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral. Com a votação encerrada por conta da diferença do fuso horário de alguns países, foto dos boletins de urnas foram divulgados nas redes sociais.

Leia também: FHC afirma que resultado das eleições não deve ser contestado

As imagens viralizaram e muitos internautas questionaram a legalidade da ação. Mas o TSE já informou que não há problema em tirar fotos e divulgar o resultado das seções. Isso porque, da mesma forma que acontece por aqui, quando se dá votação encerrada , a seção eleitoral deve divulgar em suas portas uma das vias do boletim de urna – quando os votos são computados em urnas eletrônicas.


Votação encerrada, eleitores fotografam boletins de urnas no exterior
Reprodução

Votação encerrada, eleitores fotografam boletins de urnas no exterior

Com tudo, o órgão ressalta que a contagem de votos não tem validade, pois não teria passado pela sua auditora e atestamento de confiabilidade das urnas. O TSE ainda lembra que a contabilização de votos de todas as seções e a divulgação oficial dos resultados tanto no exterior quanto no Brasil só acontece a partir das 19h, de acordo com o horário de Brasília.

Em entrevista coletiva, a presidente do TSE e ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber,  informou hoje o órgão não está preocupado com a possibilidade de esses extratos influenciarem os eleitores por aqui.

“Preocupação propriamente não. A nossa única preocupação é a realização das eleições com clima de tranquilidade, transparência, de modo com que qualquer eleitor possa exercer seu voto livremente e de acordo com suas convicções”, disse.

Qualquer eleitor é capaz de auditar o resultado de uma ou mais seções por meio do “QR Code” impresso no boletim de urna. Esse código pode ser lido por celulares com câmera fotográfica que tenham o aplicativo “Boletim na Mão” instalado.

Países com votação encerrada


Nova Zelândia, Japão, China, Austrália, Índia e Indonésia foram alguns dos países com votação encerrada neste domingo
Geraldo Magela/Agência Senado

Nova Zelândia, Japão, China, Austrália, Índia e Indonésia foram alguns dos países com votação encerrada neste domingo

De acordo com o último boletim do TSE, Wellington, capital da Nova Zelândia, foi a primeira cidade a concluir a votação , às 2h deste domingo. Além da Nova Zelândia, a eleição 2018 também já foi concluída na Austrália, China, Cingapura, Coreia do Sul , Emirados Árabes Unidos, Filipinas, Hong Kong, Índia, Indonésia, Japão, Malásia, Nepal,  Omã, Tailândia, Taiwan, Timor-Leste e Vietnam.

O órgão também divulgou que mais de 500 mil eleitores brasileiros residentes no exterior estão aptos a votar em 171 localidades eleitorais de 99 países para eleger o presidente da República.

Estados Unidos, com mais de 160 mil eleitores; Japão, com 60.708; seguido de Portugal, com 39.118, são os três países que detêm os maiores contingentes de eleitores brasileiros. Neste ano, serão utilizadas 744 urnas nas seções no exterior. Em 2014, o total de eleitores brasileiros fora do país chegou a 354.184.

Já entre as cidades estrangeiras, as norte-americanas Boston e Miami contam com os maiores números de eleitores brasileiros no exterior. Boston dispõe de 35.044 eleitores inscritos e Miami tem 34.356. Tóquio, a capital do Japão, é a terceira cidade com o maior número de eleitores brasileiros, com 26.092.

Leia também: TRE desmente vídeo que mostra urna sugerir Haddad após eleitor teclar dígito “1”

Mesmo com a votação encerrada em outros lugares do mundo, em todo o País, as eleições deste domingo se iniciaram às 8h e as urnas ficarão abertas até às 17h. Como o Brasil possui estados localizados em diferentes fusos horários, é importante ressaltar que, nesses casos, as urnas foram liberadas quando a votação já estava em andamento em outras unidades da federação.

Comentários Facebook