Polícia Civil identifica autores de chacina em Várzea Grande e prende executor

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, em rápida ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos  (Derf) de Várzea Grande, identificou os três autores dos quatro homicídios consumados (dois homens e duas mulheres) e da dupla tentativa de homicídio contra outros dois jovens, ocorridos na manhã de quarta-feira (03), em dois pontos distintos em Várzea Grande. Um dos criminosos foi preso em flagrante no final da tarde de ontem.

O suspeito Thalyson Thiago Taorda Oliveira, 23 anos, foi preso no  bairro Cristo Rei e autuado em flagrante por crimes de homicídios qualificados consumados (quatro), dupla tentativa de homicídio, integrar organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e permitido, uso de artefato explosivo ou incendiário e receptação.

Estão identificados Donato Silva Nascimento (Netinho), 24 anos, e Luiz Fernando Oliveira Caetano Moreira (Dumbo ou Dumbão), que também irão responder pelos mesmos crimes.

Na posse do suspeito preso, os policiais apreenderam três armas de fogo (duas pistolas, calibres 40 e 9mm, e um revólver 38)  balaclava (capuz), colete, seis bananas de emulsão explosivas, coldre, cinto, celulares e outros. As armas de fogo serão encaminhadas para perícia, assim como os demais objetos apreendidos. A pistola calibre 40 foi roubada/furtada e pertence a Polícia Civil.

O ponto de partida da investigação foi a informação de que os criminosos usaram um veículo Sandero, cor prata, na execução das vítimas (fatais: Felipe Melo dos Santos, 25, Leandro Luiz de Oliveira, 20; e as adolescentes Keize Rodrigues, 16 anos, e Lana Talyssa Moreira Bezerra, 13 anos; e os feridos: V. S.S. 23, e J.S.P., 23). 

Os quatro homens estavam dentro de uma casa na região central de Várzea Grande, local onde foram executados a tiros. As adolescentes foram encontradas mortas com as mãos amarradas e perfurações de arma de fogo, dentro do Rio Cuiabá, na região do bairro Carrapicho.

O automóvel correspondia a informação que já era apurada pelos investigadores, sobre o modelo de veículo utilizado em roubos na cidade,  fato alvo de investigação pela Derf Várzea Grande.

O veículo pertence a Thalyson Thiago que foi localizado em sua residência no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, no final da tarde de quarta-feira (03). O suspeito tentou fugir no momento da chegada dos policiais, mas foi preso pela equipe que usou força moderada em sua detenção.

Durante interrogatório conduzido pela delegada titular da Derf, Elaine Fernandes da Silva, o criminoso confessou a prática dos quatro homicídios e da dupla tentativa em concurso com os dois comparsas. Como motivação afirmou serem membros de organização criminosa e receberam ordens de uma das lideranças.

Segundo o preso, a motivação está relacionada ao fato das vítimas integrarem facção rival e terem cometido uma tentativa de homicídio na cidade de Tangará da Serra, há cerca de 30 dias, contra um integrante da facção deles.

Questionado sobre a morte das adolescentes de 13 e 16 anos, Thalyson afirmou que as garotas eram namoradas de duas das vitimas (uma morreu e outra sobreviveu). Ele contou que na noite anterior, usando o carro Sandero, sequestraram as menores, que estavam na rodoviária de Várzea Grande, e obrigaram as adolescentes a indicar a casa onde os jovens rivais estavam. Pela manhã, foram até o local, na Rua Miguel Leite, centro de Várzea Grande, e encapuzados tiraram o portão do trilho e invadiram a casa surpreendendo as vítimas com dezenas de disparos com as armas de fogo, enquanto dormiam em um quarto.

As usadas são as que foram encontradas na posse dele. Segundo o preso, os três somente pararam de atirar porque as munições acabaram e pensaram que todas as vítimas estavam mortas. Ainda referente a morte das adolescentes, o suspeito se recusou a informar as circunstâncias do duplo homicídio.

A delegacia Elaine Fernandes acrescentou que o trabalho iniciou deste a notícia dos crimes e que os investigadores permaneceram por horas ininterruptas, até a total identificação dos criminosos e prisão de um deles. “Acreditamos que em curto espaço de tempo todos serão presos. Enalteço o trabalho da equipe policial da Derf que trabalhou incessantemente para restabelecer a paz social”, agradeceu a delegada.

Passagens

Os criminosos executores dos homicídios e tentativa são considerados de alta periculosidade. O preso Thalyson tem três condenações por roubo majorado e cumpriu 17 anos de prisão, tendo sido colocado em liberdade em julho deste ano, mediante uso de tornozeleira eletrônica.

Os foragidos (Donato Silva Nascimento e Luiz Fernando Oliveira Caetano Moreira) possuem passagens. Luiz Fernando tem cinco registros criminais por furtos, roubos, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. Donato Silva Nascimento é acusado de roubo em um frigorífico no dia 5 de setembro de 2018, e tem 11 registros de crimes, entre eles homicídio, tráfico de drogas, roubos e porte ilegal de arma de fogo.

 

Comentários Facebook