Roda de Conversa discute prevenção de suicídio

Foto: Karen Malagoli

O foyer do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, na ALMT, recebeu na última terça-feira (18), profissionais e estudanates de psicologia, acadêmicos de enfermagem e servidores do Legislativo para uma roda de conserva sobre mental e prevenção de suicídio. O encontro foi proposto pelo presidente da Comissão de Saúde, deputado estadual Adalto de Freitas (Patriota), por conta da campanha ‘Setembro Amarelo’.

O psicólogo e coach, Douglas Amorim, explicou que umas das diretrizes essenciais para contribuir para a redução no número de casos de suicídio seria a psicoeducação, que prevê a ampliação do conhecimento de um paciente e de sua família sobre o que é a doença (no caso, a depressão) e seu tratamento, ajudando assim as pessoas a lidarem com suas emoções e frustrações cotidianas.

Amorim sugeriu que a psicoeducação ocorra dentro das escolas. “Rodas de Conversas” como essas precisam se multiplicar, principalmente nas escolas e com grupos específicos de pessoas”, pontuou.

 “Para os estudantes que participaram desta roda de conversa, o importante foi tirar o máximo de proveito de como acolher os pacientes com transtorno mental. Essa é uma das formas de ajudar na prevenção do suicídio”, destacou a professora de enfermagem da Universidade de Cuiabá, Amanda Felix.

A acadêmica de Psicologia, Carla Araújo, contou que no estágio na escola em que ela trabalha existe esse tipo de encontro e sem dúvida esta é uma forma  importante para expor as emoções. “As  rodas de conversa sobre o tema são quase inexistentes. É necessário fomentar a discussão sobre o assunto. É muito importante essa abordagem”, afirmou.   

“As pessoas tem dificuldade de conversar sobre o tema. Existe um tabu sobre o assunto. É essencial atuar de forma preventiva nesses casos e encaminhá-los aos serviços de referência, quando necessário”, pontuou a assessora parlamentar da AL, Tatiana Favo Prado.

A Técnica do Legislativo, Joana de Castro, elogiou a discussão. “A conversa foi bastante proveitosa, uma sugestão é que a Assembleia realize mensalmente encontros como este e coloque nos calendário de eventos mais ações deste nível”, sugeriu.

 A chefe de gabinete, Raquel Ferreira, comemorou o bom resultado da roda. “Sem dúvida o objetivo foi alcançado, tivemos muitas informações e trocamos muitas experiências”, ressaltou.

Comentários Facebook